domingo, 23 de agosto de 2015

Fear The Walking Dead Primeiras Entrevistas: Elizabeth Rodriguez


Fear The Walking Dead é a nova série que se passa no mesmo universo de The Walking Dead e mostrará os primeiros momentos do apocalipse zumbi. Ambientada em Los Angeles, a produção contará com novos personagens, tramas inéditas e conflitos familiares misturados ao então misterioso surto, que aos poucos vai acabando com a civilização.

Nesta série de primeiras entrevistas cedidas à AMC, o elenco principal de Fear The Walking Dead comenta suas impressões e expectativas. Confira a seguir informações sobre a atriz Elizabeth Rodriguez e sua personagem, Liza Ortiz, seguida de sua entrevista.


Sobre Elizabeth Rodriguez


Uma atriz premiada que passa facilmente dos estúdio de filmes de cinema, para os de filmes independentes, dos palcos à televisão. Elizabeth Rodriguez atua como Aleida Diaz na premiada série da Netflix Orange Is the New Black. Funções adicionais incluem Paz Valdez, na série Power e a agente especial Chavez, em Grimm da NBC.

Os papéis de Rodriguez nas séries incluem: Prime Suspect da NBC e All My Children, da ABC. Outras aparições incluem: Law & Order, The Shield, Six Feet Under, Third Watch, Cold Case, NYPD Blue, ER e OZ. No cinema, Rodriguez atuou: The Drop, Miami Vice de Michael Mann, Tio Papi (Nominado ao prêmio Imagen Award), Return to Paradise, Acts of Worship, Jack Goes Boating, Glass Chin e Take Care.

Rodriguez recebeu uma indicação ao Tony Award em 2011 e ganhou o Outer Critics Circle Award, bem como o prêmio Theatre World, por seu papel como “Veronica” no espetáculo da Broadway de Stephen Adly Guirgis, The Motherfu*ker With The Hat. Atuações adicionais no teatro incluem: o aclamado The Last Days of Judas Iscariot (directed by Philip Seymour Hoffman), Unconditional e A View from 151st Street. Outras peças notáveis incluem: Beauty of the Father (MTC), Roger and Vanessa (Actors’ Gang), Den of Thieves (Black Dahlia), Unorganized Crime (Elephant Theater – Nominado ao prêmio Ovation Award), Robbers (American Place Theater) e The Power of Duff (Geffen Playhouse).

Rodriguez nasceu em Nova York e é membro da companhia de teatro Labyrinth Theater Company.

Sobre Liza Ortiz


Liza Ortiz é uma mãe solteira que trabalha para conseguir formar-se como enfermeira – ela não tem tempo para brincadeiras. Durante muitos anos, ela esteve presa num casamento infeliz, mas agora que ela está sozinha ela finalmente pode perseguir seu sonho. Ela é uma pessoa muito ativa que não descansa nem um minuto quanto o assunto é seu futuro e a criação do seu filho.

Entrevista com Elizabeth Rodriguez


Quem é Liza Ortiz?

Liza é uma mãe solteira. Quando ela se casou com Travis, ela acabou deixando seus sonhos e vida para trás, e assim depois de um tempo, ela decidiu que era hora de dar aquele salto, e foi o que fez agora. Ela cuida dela e de seu filho com Travis. Ela agora está aceitando a sua situação, e decidiu correr atrás do tempo perdido para tornar-se uma enfermeira. Então, Liza é uma estudante e uma mãe, e isso é muito. É realmente muito bom ser capaz de interpretar uma mulher forte, que pode ser clara e inteligente e também capaz de nutrir sem escolher um ou o outro.

O que a impulsiona?

Ajudar as pessoas e fazer a coisa certa. Ela tem um coração realmente grande, está fundamentada na verdade e quer a verdade sem ladainhas.

Como é a relação da Liza com Travis, agora que eles estão divorciados?

Ele é aquele que exige uma grande dose de paciência. Coisas que sempre estavam no caminho do relacionamento ainda fazem parte de seu caráter. Por exemplo, ele quer consertar tudo. Travis e Liza serão sempre os pais de Chris. Eu penso que automaticamente quando se trata da segurança de uma criança, vocês se reúnem. Então, nós estamos na mesma página no sentido de que nós compartilhamos isso. Ela pode confiar nele.

Liza pode ser um pouco sufocante com Chris porque ela quer compensar o fato de que Travis não está lá, que está com outra família e que ela iniciou o rompimento com Travis. Chris é tudo para Liza, com certeza.


Qual é a nossa primeira vista do mundo de Fear the Walking Dead?

Nossos personagens estão em Los Angeles, a partir de duas famílias desfeitas, e eles estão tentando fazer as coisas funcionarem em suas vidas, dia após dia. De repente, há algo que é parece uma epidemia, e por ser uma cidade tão grande, há muita confusão. Há um pandemônio e todos estão tentando entender as coisas o mais rápido possível. As coisas estão acontecendo tão rapidamente, e as pessoas que estão ficando infectadas, ainda são às vezes muito humanos, por isso parece que não pode ser algo diferente de uma gripe das aves ou algo parecido.

E nós estamos tentando cuidar do nosso clã, ao mesmo tempo que estamos tentando entender o que está realmente acontecendo. E, tentar encontrar a verdade em tudo isso, não é apenas epidêmico. Essas pessoas estão se tornando algo desumano. Mas pode vê-los em estados antes que se tornem totalmente caminhantes. Nós nem sequer sabemos que eles são caminhantes. Eles são nossos vizinhos. Nós simplesmente não sabemos se isso é algo que podemos tratar. Por isso é muito difícil para que o cérebro possa entender o que você está vendo, porque você realmente não tem nada com que compará-lo.

O público sabe mais do que nós, e isso é excitante porque eu sei que a qualquer momento eu vejo alguma coisa e eu sei o que acontece, é estressante. São os lugares entre tudo normal e todos caminhadores. Portanto, é muito maravilhoso ver estes personagens aceitarem esta nova realidade em seu próprio ritmo, em seu próprio tempo.

Como isso é diferente em The Walking Dead?

Esta série é paralela ao The Walking Dead, mas começa antes. Então, você tem uma idéia de como o mundo era antes. Você começa a ver os valores mudando e nós fazemos escolhas entre o ruim e pior. E, vamos perdendo pedaços de nós mesmos ao longo do caminho, ou pelo menos quem éramos quando começamos no episódio número 1. Aprendemos muito em um curto período de tempo e como rapidamente as coisas foram deteriorando-se.

Quais são algumas das escolhas que Liza tem que lutar?

Acho que em algum ponto ou outro todos nós fazemos escolhas que nós nunca pensaríamos que poderíamos ter feito. Não podemos imaginar completamente o que seria como estar nesta situação, e Liza intensifica. Em um nível emocional, ela não consegue processar seus próprios sentimentos, porque ela tem que colocar uma máscara para o seu filho, para que ela possa se concentrar em manter-se a salvo.

O que devemos a vida e o que devemos aos mortos neste mundo?

Como podemos honrar os mortos? É instintivo ajudar ou cuidar de pessoas ou suas feridas, e nesta situação você tem que ir contra, porque não sabemos o suficiente e nós poderíamos morrer se ajudamos os infectados. Então, você está trabalhando contra o instinto humano. E então, o que vamos fazer com eles para honrar a sua vida? É um tal encruzilhada interessantes para pensar o que nós vamos começar a explorar nesta temporada.

***

Fear The Walking Dead estreia dia 23 de agosto de 2015 e terá seis episódios com uma hora de duração cada. A série já tem segunda temporada garantida e chegará ao Brasil pelo canal AMC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário