sexta-feira, 10 de julho de 2015

The Escapists The Walking Dead – Anunciado novo jogo da franquia


O aclamado jogo de fuga da prisão ganha uma roupagem zumbi. A Team 17, desenvolvedora do conhecido jogo “Worms”, anunciou estar trabalhando em um novo jogo do universo de The Walking Dead.

No papel, uma mistura com uma parte de The Walking Dead, uma parte de The Escapist parece algo estranho. Nos quadrinhos, Rick Grimes e seu time de sobreviventes do apocalipse passam a maior parte do tempo se protegendo em uma prisão, em vez de tentarem sair. Mas na realidade isso funciona, com a mistura de sobrevivência improvisada e estratégia de vale tudo de The Escapists há uma fundação ideal para se fazer um jogo de The Walking Dead.

Você é Rick Grimes, o policial durão que acorda em uma cama de hospital apenas para descobrir que o mundo que antes conhecia está tomado por mortos-vivos. Bem como nos quadrinhos, The Harrison Memorial Hospital fornece o pano de fundo para a abertura de “The Escapists The Walking Dead”, bem como um tutorial para o jogo.

As pessoas familiarizadas com o jogo de fuga da prisão lançado no início do ano terá conhecimentos de como o jogo funciona. Os gráficos de 8-bits são simplistas, mas estilosos, e oferecem um tom de leveza que se sobrepõe perfeitamente ao tema de terror. Zumbis nunca foram tão adoráveis.


De início, Rick tem a missão de escapar do centro médico abandonado. Bem como em The Escapists, o jogo final vai ser um sandbox aberto, com várias maneiras de resolver os problemas. Com esse tutorial, contudo, a saída é fácil – um ducto de ar-condicionado no teto, que leva à próxima parte do hospital, contanto que você encontre a ferramenta certa para abrir a grade.

Buscar e encontrar usos para os itens tem grande importância em The Walking Dead, não somente para abrir novas áreas de um nível, mas também para auxiliar na sobrevivência. Zumbis estão à espreita em todos os cantos, e algumas vezes não existe a opção de fugir. No começo, Rick encontra uma fronha e um sabão, que podem ser utilizados para fazer um porrete. Apesar de não ser páreo para sua marca registrada, a Colt Python, essa arma causa dano suficiente para deitar um zumbi.

Existem armas de longo alcance também, desde pistolas e shotguns até rifles. Naturalmente, elas dão conta fácil dos zumbis, mas pense antes de puxar o gatilho. Munição é inevitavelmente escassa e o barulho dos tiros certamente atrairá muitos zumbis.


Armas de contato são, portanto, opções mais discretas, mas chegar bem perto de um zumbi tem suas desvantagens. O novo sistema de combate em tempo real dá mais controle ao jogador – Rick vai golpear toda vez que você apertar o botão de ataque – mas ainda existe um risco se você não temporizar corretamente o golpe. A desenvolvedora Team 17 não está disposta a revelar o que acontece se Rick for mordido – ele eventualmente vai ficar infectado se levar uma mordida, ou o jogo é menos punitivo? – mas uma coisa é certa, se você não tratar as feridas após um ataque você acabará em uma maca novamente.

Mas você nem sempre precisa lutar. Não é vergonha fugir, e há diversas maneiras de distrair os zumbis que estejam por perto.

No final das contas, é uma batalha por sobrevivência, que é muito mais do que simplesmente atirar em zumbis. É preciso manter a moral alta, e apesar de níveis mais avançados não terem sido mostrados na apresentação, fomos informados de que você pode fazer isso certificando-se de que o local onde você está escondido se encontra propriamente fortificado para manter os zumbis longe. Você também precisa assegurar que haja comida suficiente e que haja limpeza, para prevenir a disseminação da infecção.


Você encontrará outros sobreviventes pelo caminho, e se você quer que eles cooperem com você, vai precisar fazer muita coisa e ajudar em tarefas diárias que sejam requisitadas. Pode até ser um apocalipse zumbi, mas alguém ainda precisa lavar a roupa suja.

Descrito pelos desenvolvedores como 80% The Escapist, The Walking Dead é ainda muito um jogo de fuga da prisão em sua essência, com exploração, resolução de problemas e fabricação de itens formando seu esqueleto. Melhorias foram feitas após o feedback dos fãs – o combate em tempo real é um dos destaques, e a curva íngreme de aprendizado foi suavizada de alguma maneira.


Apesar de não facilitar a vida do jogador, com exceção do tutorial, o jogo ao menos aponta a direção certa, dando a você as ferramentas para enfrentar os obstáculos, mas deixando a você a forma de descobrir as soluções.

Algo que você não vai encontrar escondido em um armário é a sua sagacidade. Vai querer estar com ela o tempo todo, movendo-se com rapidez e pensando mais rápido ainda para fugir e enganar as hordas de mortos-vivos. Por isso se você pensa que a única utilidade de uma fronha e um sabão é usá-los para se limpar antes de afundar a cabeça em penas de ganso encerradas em algodão macio, você deverá procurar emoções em outro lugar.

TRAILER DO JOGO:


ANÁLISE DO JOGO FEITA PELO IGN:


Nenhum comentário:

Postar um comentário