quarta-feira, 15 de julho de 2015

Fear The Walking Dead: Análise completa do trailer


Fear the Walking Dead foi anunciado e, desde então, gerou diversas reações. Seria uma cópia barata? Um caça níquel? Uma forma diferente de abordar o universo zumbi? Tudo isso foi especulado e, para limpar um pouco das nebulosas opiniões por aí, precisávamos aguardar o trailer oficial que seria divulgado na famosa San Diego Comic-Con.

E a espera não foi em vão. Lançado logo após o evento que apresentou o trailer e um pouco mais sobre a 6ª temporada de The Walking Dead, o filme trouxe um panorama bastante animador. Dos conflitos familiares, passando ao drama de uma estranha doença até chegar ao colapso total, vamos analisar com mais calma os intensos três minutos que vimos.


Casos de família


Antes de exibirem o trailer, os responsáveis pela série falaram um pouco mais sobre seu lançamento. Dave Erickson, produtor, ressaltou um dos fatores que podem derrubar a empolgação que temos para ver o mundo entrar em colapso: “O apocalipse zumbi demora um pouco na série nova. Ela começa como um drama familiar”.

A declaração se justifica nos primeiros segundos do trailer. Vemos Madison (Kim Dickens) acelerar a filha Alicia (Alycia Debnam-Carey) e, depois, se relacionar com Travis (Cliff Curtis), seu namorado. Os conflitos começam na cena seguinte, com o protagonista discutindo com seu filho Chris (Lorenzo James Henrie) sobre um programa com a nova família. Como já vimos na análise dos personagens de Fear, o garoto culpa o pai pela separação com a mãe Liza (Elizabeth Rodriguez), que aparece rapidamente no início do trailer.

Os primeiros indícios do apocalipse começam a surgir quando Art, o diretor da escola onde Madison e Travis trabalham, comenta sobre a quantidade de alunos que está doente. Enquanto o professor fala com seus alunos, a imagem corta para um local abandonado onde o problemático Nick (Frank Dillane) acorda e, além de ver mortos, se depara com uma menina devorando um cadáver. Nesse ponto, a frase emblemática de Travis dá o tom para o que vem por aí:

“O homem pode obter calor, pode conseguir comida, mas a natureza sempre vence”.

Ao fugir do local, bastante assustado, Nick é atropelado e levado ao hospital. Lá, é interrogado por Madison. Apesar de contar, de fato, o que viu, ninguém acredita no garoto por conta de seu problema com as drogas.

A tensão aumenta


“Estamos mais seguros em grupo. Eles não sabem se é um vírus ou um micróbio, mas está se espalhando”, diz um aluno a Madison, enquanto as imagens mostram especialistas totalmente cobertos, cartazes de pessoas perdidas e a estrada parada em um congestionamento. Ao escutar o disparo de uma arma e gritos, o trailer ganha em tensão.

Travis e Madison assistem, junto a outras pessoas, as “ibagens” do helicóptero que acompanhava um acidente. De cima, vemos um morto atacando o paramédico e, depois de não ter sido contido, levando tiros dos policiais. Tanto o casal, como Alicia, que aparece depois com alguns colegas vendo outro vídeo do episódio, parecem não acreditar.

A cidade entra em colapso. Policiais atacando pessoas, fumaça, correria e uma nova zumbi aparece. Vemos Travis com a ex-esposa Liza e o filho Chris buscando abrigo em uma loja que estava fechando. Nesse instante, tudo parece perder o controle, enquanto os protagonistas estão separados e o caos toma conta de tudo. As cenas na sequência são de tirar o fôlego até encerrarmos com a frase “quando a civilização acaba, ela acaba depressa”.

O que podemos esperar?


Certamente o hype aumentou bastante. O trailer foi muito bem feito, com cortes, trilhas e efeitos de som bastante tensos. Toda a sequência da “epidemia” agravando aos poucos até a perda do controle é o ponto forte dessa primeira temporada de Fear. Mesmo que os personagens não sejam tão cativantes, temos aí uma boa oportunidade de ver a série chegar batendo firme e requisitando seu lugar.

O que os produtores precisam fazer é ajustar o tom desse “drama familiar” mencionado no painel da Comic-Con. Se arrastarem demais até a chegada dos zumbis e do caos, a audiência pode perder um pouco o interesse. Mesmo assim, acredito que seremos recompensados quando essa hora chegar.

Fear The Walking Dead estreia no dia 23 de agosto e terá exibição simultânea em diversos países. Por aqui, a série será exibida pelo novo canal AMC Brasil.

E você, o que achou do trailer? O que espera ver nessa temporada após a exibição na SDCC? Comente aí!

Nenhum comentário:

Postar um comentário