sexta-feira, 5 de junho de 2015

Steve Coulter fala sobre seus papéis em The Walking Dead e em “Insidious”


O ator de Atlanta Steve Coulter no ano passado conseguiu um emprego doce no drama mais popular da TV a cabo, The Walking Dead. Na quinta temporada, ele é um bom moço arquiteto chamado Reg Monroe em Alexandria.

Infelizmente para Coulter, seu papel durou apenas cinco episódios. Ele entrou no show sem ideia de quanto tempo duraria e foi naturalmente desapontador (ALERTA DE SPOILER!) quando ele morreu de forma dramática no final da temporada. Pete, bêbado, foi furioso para a reunião com a katana de Michonne e acidentalmente cortou a garganta de Reg. Jorros de sangue banhavam todos os lugares que ele se arrastava em seu caminho para a morte, enquanto sua esposa Deanna pairava sobre ele, horrorizada.

Coulter também é uma estrela na série de filmes “Insidious” (Sobrenatural). Ele atuou como Carl no segundo filme e voltará para a sequência, “Insidious 3”, que será lançado em 9 de julho de 2015 no Brasil.

Ele fez o teste de audição para entrar em The Walking Dead para o que ele pensava ser um papel muito menor. Deram-lhe um script na audição que de cara não parecia ter nada a ver com o show: um coquetel em Nova York, onde sua esposa era uma autora famosa. Outro autor vem e elogia o TED Talks de sua esposa.

No verdadeiro The Walking Dead, há um coquetel para os recém-chegados que espelha sua cena de audição, onde ele interpreta o marido da líder de Alexandria e tenta fazer com que Rick se sinta confortável. “Eles são como animais feridos em um hospital”, disse ele. “Os atores se sentiram estranhos porque eles estavam acostumados a estar fora na floresta, não todos arrumados para comer canapés.”

Quando o showrunner Scott Gimple deu a Coulter “a chamada” sobre o seu papel no final no ano passado, ele rapidamente se deu conta de que Reg morreria. Ele ainda mencionou a Gimple antes que Gimple tivesse a chance de dar a notícia. Gimple, disse ele, “se desculpou 14 vezes, mas disse que foi uma morte muito legal na cena final do episódio.” Gimple estava certo: era uma maneira dramática de morrer com certeza.


“Foi divertido”, disse Coulter, apesar do fato de que a temperatura estava abaixo de zero em novembro. Eles tinham um dispositivo de bombeamento de sangue falso em seu pescoço. “Pareciam galões passando por meus dedos!”, ele disse. “É como ser uma criança e esmagar pacotes de ketchup.”

O personagem de Coulter, Reg, foi uma anomalia na era pós-apocalipse. Ele parecia relativamente intocado pelo o que estava acontecendo fora dos muros que ele criou. Ele não tinha nenhuma agenda escondida. Ele era apenas um cara legal disposto a ensinar Noah sobre arquitetura – até que Noah morreu terrivelmente.

Até o grupo de Rick aparecer, Reg não tinha experimentado o tipo de trauma que passou. Ele não tinha que matar pessoas ou zumbis. Ele estava tão suave quanto poderia ser. E, finalmente, sua morte torna-se um ponto de virada para a sua esposa e líder de Alexandria, Deanna. Enquanto seu marido morria, ela deu permissão a Rick para matar Pete.


Coulter acha que se Deanna tivesse morrido em seu lugar, ele teria deixado Pete sobreviver. Ele acha que é o jeito de Reg, apesar de equivocado neste dia e idade.

O ator ficou impressionado com as paredes que a empresa de produção construiu em torno de um bairro real de Senoia. “As pessoas realmente vivem em algumas dessas casas”, disse ele. “Eles espiavam através de suas cortinas. Às vezes temos que parar a cena porque um caminhão da FedEx está passando.”

Ele também ficou impressionado com o elenco e a equipe. Ele disse que Andrew Lincoln definitivamente dá um exemplo no set. “Ele foi uma das primeiras pessoas a me receber”, disse Coulter. “Ele é uma pessoa verdadeiramente agradável. Ele não fugia para seu trailer entre as cenas. Ele ficava lá conversando.”

Coulter tem sido ator na cidade de Atlanta por mais de um quarto de século, com um monte de créditos no teatro, bem como participações em filmes (“Jogos Vorazes”, “Flight”). Ele também escreveu para Tyler Perry.
Canadense, ele disse que veio a Atlanta já adulto e por engano no final de 1980. “Eu estava visitando um amigo fazendo uma audição para uma peça de teatro na Alliance”, falou. “Ele disse para arrasar na audição. Eu consegui o papel. Eu nunca mais voltei para Nova York!”

Ao longo dos anos, ele fez muitas peças de teatro e prendeu alguns papéis em shows filmados em Atlanta na década de 1990, como “I’ll Fly Away” e “In the Heat of the Night”. Na década de 2000, ele começou a trabalhar para Tyler Perry e escreveu para “Tyler Perry’s House of Payne” e “Meet the Browns”. Depois que os créditos tributários ficaram adoçados, mais trabalho veio a seu caminho: “Detroit 1-8-7”, “What To Expect When You’re Expecting”, “The Odd Life of Timothy Green”, “Flight”, “O Âncora 2”, “Velozes e Furiosos 7”.

“Eu tenho a sorte de ter feito um monte de séries de televisão e filmes aqui”, disse ele, e não ter que gastar muito tempo em Los Angeles.

Denzel Washington em “Flight” foi um dos destaques. “Vê-lo trabalhar foi incrível”, disse ele. “Tomada após tomada.”


Seu trabalho em “Insidious” e “The Walking Dead” tem o levado a mais trabalho. Ele está no próximo filme de Mickey Rourke “Ashby” (“Eu atuo como seu antigo melhor amigo”) e em um com Bruce Willis “Extraction”. (“Eu sou o chefe dele.”)

Apesar de todo o seu trabalho em filmes de terror recentemente, ele disse que se assusta facilmente. “Não é tanto com os monstros, mas com o mal”, disse ele. “Nós filmamos em um hospital vazio às 4 da manhã, onde havia tido um assassinato no porão. Eu nunca tinha ido tão longe.”

Ele ainda encontra tempo para fazer uma peça e está atualmente trabalhando em “Edward Foote” para a Alliance com um elenco apenas com pessoas de Atlanta.

Ele admira Melissa McBride, que ele conheceu há 25 anos e agora interpreta a fofa da Carol na série. Quando ela passou uma década focada em elenco em vez de atuar, ele a provocava e tentava persuadi-la a voltar a atuar. “Nós fizemos aulas de teatro juntos”, disse ele. “Ela é uma das melhores atrizes com quem já trabalhei. Ela não se leva muito a sério.”

Ele ama como sua personagem evoluiu de uma esposa espancada para uma mulher durona que está fingindo ser uma dona de casa em Alexandria.

The Walking Dead irá retornar com a sexta temporada em outubro de 2015 na AMC e na FOX Brasil. O trailer da temporada, bem como a data oficial de lançamento, será divulgada durante a Comic Con de San Diego em julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário