segunda-feira, 18 de maio de 2015

Produtor de The Walking Dead comenta a decomposição dos zumbis na série


Um tópico constantemente debatido por fãs de The Walking Dead, e de histórias sobre zumbis em geral, é sobre a decomposição dos mortos-vivos. Muitos especulam que, eventualmente, os zumbis ficarão tão deteriorados que não apresentariam mais uma ameaça tão proeminente para os sobreviventes.

Greg Nicotero, produtor executivo de The Walking Dead e responsável pela maquiagem de efeito da série, falou um pouco sobre o futuro dos zumbis.

Não chegamos ao ponto onde eles estão completamente podres. Mesmo no 2º episódio da 5ª temporada quando eles encontram zumbis no depósito de alimentos e eles estão todos encharcados e a pele está caindo toda, eles ainda são capazes de se movimentarem, ainda que eles tenham perdido a maior parte de sua carne. Eu diria que nós chegaremos a um ponto em que eventualmente alguns dos zumbis mais velhos não consigam mais se mover.

Mas o triste é que há mais pessoas morrendo constantemente, continuando a aumentar as hordas de zumbis. Acho que será difícil chegar a um ponto em que se possa dizer, “Ah, vamos simplesmente ficar aqui esperando e eventualmente eles todos irão apodrecer e nós ficaremos bem”.

O ponto levantado por Nicotero é essencial. Nem todos os zumbis que aparecem eram pessoas que morreram no início do apocalipse. Assim como no grupo do Rick, diversos sobreviventes ao redor do mundo estão continuamente morrendo, aumentando o exército dos mortos.

Um exemplo claro foi quando zumbis com sangue escorrendo dos olhos apareceram nas grades da prisão, sugerindo que eles morreram da mesma doença que o grupo enfrentou na 4ª temporada.

Considerando que o clima e o ambiente influenciam consideravelmente na decomposição dos corpos, você acha que os zumbis de The Walking Dead têm estado suficientemente “apodrecidos”?

Nenhum comentário:

Postar um comentário