sábado, 9 de maio de 2015

Os 10 Melhores Momentos de Carol em The Walking Dead


Carol Peletier (Melissa McBride) é certamente um dos personagens que mais evoluíram ao longo das 5 temporadas de The Walking Dead.

De uma mulher indefesa, que sofria agressões e humilhações constantes do marido violento, Carol foi aos poucos se tornando em uma das sobreviventes mais capazes do grupo de Rick, não medindo esforços ou  recursos para manter a si mesma e aos demais membros do grupo a salvo.

Confira alguns dos melhores momentos da personagem até agora!

10. Não sou lésbica


Após repreender os avanços de Axel em cima de Beth na 3ª temporada, Carol esclarece que, ao contrário do que o prisioneiro presumia, Carol não era lésbica. Axel diz, “Bem, isso é interessante”, ao que Carol replica, “Não, não é”.

9. Preparando as crianças para o apocalipse


Na 4ª temporada, Carol começou a dar aulas de autodefesa escondido para as crianças da prisão. Ela não queria que nenhuma delas passasse pelo que Sophia passou. Seu treinamento se mostrou útil durante o ataque à prisão, quando as irmãs Lizzie e Mika salvaram a vida de Tyreese, abatendo dois invasores.

8. Ed


Pode-se dizer que o primeiro passo de Carol na mudança de dona de casa submissa e maltratada para se tornar uma sobrevivente destemida foi dado ainda na primeira temporada.

Após a morte de Ed no ataque ao acampamento, Carol impede que Daryl dê um golpe da cabeça de seu marido, preferindo fazer isso ela mesma. Carol então toma a picareta e destrói a cabeça de Ed, provavelmente extravasando toda sua raiva e frustração.

7. Seguindo em frente


Embora matar e depois incinerar os cadáveres de portadores da gripe mortal que assolou a prisão na 4ª temporada tenha sido uma atitude um pouco extrema, Carol estava somente tentando proteger os demais sobreviventes.

No entanto, Rick não aceitou muito bem suas ações, decidindo exilar Carol da prisão como. Ela aceitou a decisão de Rick tão bem quanto possível.

6. Cherokee Rose


Em um de seus momentos mais emocionalmente vulneráveis, Carol se abre para Daryl que lhe conta a lenda das rosas Cherokee.

5. Resgate de Terminus


Na 5ª temporada, Carol garantiu definitivamente seu lugar entre os personagens mais “badass” de The Walking Dead, se tornando uma verdadeira heroína ao resgatar os sobreviventes de Terminus.

4. Descoberta de Sophia


Depois de metade de uma temporada gasta na excruciante busca por Sophia, Carol descobre que sua filha esteve o tempo todo na fazenda de Hershel. A saída da Sophia zumbi do celeiro e a reação de Carol é certamente um dos momentos mais tristes de The Walking Dead.

3. Agente Carol


Carol estava quase tão desconfiada de Alexandria quanto Rick, porém ao invés do confronto direito. Ela preferiu ser mais sutil, optando por interpretar uma dona de casa inofensiva para poder circular tranquilamente na comunidade enquanto observa a todos.

Ironicamente, Carol fingiu ser exatamente o tipo de mulher que era no início de The Walking Dead.

2. Cookies


Quando Sam flagra Carol roubando armas em Alexandria, ela ameaça o garoto insinuando que, caso ele conte o que viu a alguém, ele poderia acordar do lado de fora de Alexandria, amarrado em uma árvore enquanto zumbis o devorariam vivo.

1. Olhe para as flores


Nenhuma outra cena exemplifica melhor a força interior de Carol do que quando ela decide executar Lizzie. Em um dos  acontecimentos mais trágicos da série até então, a morte de Lizzie ecoa um pouco a de Sophia e serve para mostrar que Carol está disposta a qualquer coisa para sobreviver e proteger as pessoas com quem se importa.

Qual foi o melhor momento de Carol? Deixe sua opinião nos comentários!

The Walking Dead irá retornar com a sexta temporada em outubro de 2015 na AMC e na FOX Brasil. O trailer da temporada, bem como a data oficial de lançamento, será divulgada durante a Comic Con de San Diego em julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário