domingo, 5 de abril de 2015

The Walking Dead: Maggie a caminho de ser a líder de Hilltop na série?


Por: Lidiane Fidelis (do site Walking Dead BR)

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS dos quadrinhos originais e do décimo sexto episódio, S05E16 – Conquer, da quinta temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido ou lido, não continue. Você foi avisado!

Nas últimas temporadas de The Walking Dead, Maggie (Lauren Cohan) tornou-se uma personagem secundária, com pouco destaque, fazendo desaparecer a destemida que ajudou na tomada da prisão, lutou contra o Governador (David Morrissey) e defendeu a sua família durante a terceira temporada da série.

Esperava-se que na quinta temporada acontecesse uma mudança no comportamento da personagem, mas o que se viu foram as mesmas atitudes da temporada anterior e ainda com pouco destaque. Porém, a chegada de Alexandria a série pareceu ser um novo caminho para Maggie.

Maggie na quarta temporada da série


No início da quarta temporada da série, Maggie foi uma espectadora no momento especial de outro personagem, como quando Glenn (Steven Yeun) explica que não quer filhos, ouvindo os conselhos de Beth (Emily Kinney) durante a quarentena na prisão e estando presente nos últimos discursos feitos por seu pai, Hershel (Scott Wilson) antes de sua morte.

Maggie só teve uma mudança após a queda da prisão, quando nos trilhos teve falas bem precisas, tomando à frente em uma busca obstinada pelo marido e destacando-se pelo fato de totalmente negligenciar o paradeiro da irmã, sendo bastante criticada pelo público por esta atitude. Por fim, acabou sendo presa no vagão do Terminus.

Maggie na quinta temporada da série


Pelo discurso de Rick (Andrew Lincoln) em sua chegada ao Terminus e pela luta que viria contra as pessoas que os aprisionaram no vagão, esperou-se o retorno da guerreira Maggie. Porém, o que se viu na quinta temporada da série foi algo frustrante em relação à personagem.

Maggie foi uma mera espectadora assustada na morte dos canibais/caçadores e, principalmente, mesmo sabendo por Daryl (Norman Reedus) que a irmã estava viva, ela não fez nenhum gesto ou menção em procurá-la, pelo contrário, optou por deixar Rick e o grupo e seguir para Washington.

Ela praticamente desapareceu na primeira metade show, só tendo uma cena de destaque em “Self Help” quando foi de encontro a Abraham (Michael Cudlitz). Quanto a Beth, derramou lágrimas em sua morte e por um episódio demonstrou certo luto. Ficou-se sabendo que ela já havia desistido de Beth após a queda da prisão.

A chegada de Alexandria


Por fim, Alexandria entrou na série e as coisas começaram a mudar para a personagem. Algo que foi especulado, mas que ficou mais visível nos últimos episódios da temporada é que, realmente, Maggie e Glenn têm mais destaque na série quando estão separados em cena.

Como todos tem trabalho a fazer na comunidade, ela foi escolhida por Deanna (Tovah Feldshuh) para ser o seu braço direito, passando a conhecer como funcionava o local e pela líder acreditar que Alexandria um dia terá um governo, ser uma comunidade com comércio e com vidas de verdade, escolheu a Maggie para estar ao seu lado na busca e concretização deste ideal.

Deanna claramente ouviu e concordou com os conselhos dados por Maggie, como em colocar Sasha (Sonequa Martin-Green) como vigia na torre, em aceitar melhor que Abraham fosse o novo líder da equipe de construção, já que Deanna não estava gostando do fato que, aos poucos, o grupo de Rick estava ocupando cargos importantes na comunidade. Mas, Maggie a tranquilizou dizendo: “Sabemos o que fazemos. Você queria um futuro e por isso precisa de nós para tê-lo.”

Maggie passa a agir politicamente e como uma pacificadora. Ela ouviu todo o discurso que o Padre Gabriel (Seth Gilliam) fez contra o grupo, mas, ao contrário do que se imaginava, não comunicou o fato a ninguém, o que resultou em não inflamar uma briga entre Rick e o sacerdote. Ela guardou o assunto para si e apenas passou a observar o padre.

No episódio “Conquer” é mostrado que o espírito de liderança está aflorando em Maggie que com bons argumentos vai pacificamente de encontro a Deanna, sendo a intermediaria e defensora de Rick. “Você deixou Rick entrar. Deixou todos nós entrarmos. Você conversou conosco e decidiu. E agora quer que pessoas assustadas decidam sem saber a história inteira. Isso não é liderança.”

A conversa é bem franca e, mesmo não obtendo o resultado que desejava, ela toma a responsabilidade para si e segue até Glenn confirmando que a reunião tem por objetivo o exílio de Rick, mas diz ao esposo: “Vou conversar com todos o que puder até lá. Vou tentar resolver esta situação.”


Foi apresentada uma Maggie com uma postura de líder e com discursos que mostraram ser capaz de influenciar na tomada de decisões. E em se tratando de discurso, na reunião, o dela foi deixado por último, no qual sempre se dirigiu de forma altiva e calma para Deanna e para os alexandrinos.

“Meu pai respeitava Rick Grimes. Rick é pai também. Ele é um homem de bom coração e sente as coisas que faz. As coisas que precisa fazer. E todos nós que estávamos juntos antes deste lugar, não importa como nos encontramos, somos uma família gora. Rick começou isso. E vocês não podem impedir isso. Vocês não podem. Nem querem. Essa comunidade, vocês, aquela família, vocês também querem fazer parte dela.

Deanna percebe a força das palavras usadas por Maggie na sua defesa por Rick e tenta contra argumentar usando as palavras do Padre Gabriel, sendo repreendida por Jessie (Alexandra Breckenridge) que diz que ela está usando palavras de uma pessoa que não está nem ali.

Com a recusa de Deanna, Maggie parte em busca do padre e, mas uma vez é vista a atitude de uma líder, quando pacificamente intervêm e encerra o confronto entre Sasha e Gabriel, tendo um gesto poderoso ao estender a mão e reerguer o padre, usando a oração para acalmar os dois membros angustiados de sua família – uma referência ao que Hershel fez com ela e Beth na prisão, quando angustiado por Rick querer entregar Michonne (Danai Gurira) ao Governador, ele busca o apoio na oração, com as mãos dadas às suas filhas.

O público ainda a olha criticamente pela forma como ela se esqueceu de Beth e isso por si só, já foi motivo para que muitos não quisessem que a história da personagem nos quadrinhos seguisse para a série, com ela assumindo o Alto do Morro (Hilltop). Porém, “Conquer” talvez tenha sido a conquista de Maggie em um posto de confiança e de liderança sábia dentro do grupo.

Para a sexta temporada, muito ainda está por vir antes que Hilltop surja na série e, será que até lá, conseguiremos ver um desenvolvimento da personagem, afim de que esta nova postura a torne capaz de tomar a liderança do local e ser uma das mais fortes aliadas de Rick? Você consegue ver a Maggie da série dizendo “Eu acredito em Rick Grimes” e tornando-se líder do Alto do Morro?

The Walking Dead irá retornar com a sexta temporada em outubro de 2015 na AMC e na FOX Brasil. O trailer da temporada, bem como a data oficial de lançamento, será divulgada durante a Comic Con de San Diego em julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário