quarta-feira, 1 de abril de 2015

REVIEW The Walking Dead S05E16 – “Conquer”: Vencedores e vencidos


Por: Edely Gomes (do site Walking Dead BR)

[ATENÇÃO!! ESTE CONTEÚDO CONTÉM SPOILERS DO EPISÓDIO S05E16 – “CONQUER”!]

É provável que a imagem que mais tenha te impactado nesta season finale foi a de Rick, ensanguentado, atirando em Pete, ou de Reg tendo sua garganta cortada. Entretanto, embora o desfecho deste arco tenha sido de fato trágico, Conquer é muito mais sobre reconciliação do que pragmatismo. Rick realmente teve que executar Pete, mas, pelo menos, outras duas histórias tiveram um fim bem menos catastrófico.

Sasha e Gabriel finalmente parecem ter conseguido um pouco de paz, entretanto, antes foi necessário que os dois fossem empurrados para o limite. É como se, enfrentando um ao outro, eles conseguissem enxergar seus próprios demônios e se perdoar pelo que fizeram ou deixaram de fazer.

É preciso dizer que este foi um desfecho positivo, mas não vou mentir, em determinado ponto, eu torci para Sasha puxar o gatilho, pois, além de extremamente hipócrita, Gabriel é uma fonte de perigo a todos que o cercam. O fato de ele fazer intriga para que o grupo de Rick fosse expulso o tornou ainda mais odiado pelo público. Entretanto… Sasha, com a ajuda de Maggie, decidiu poupá-lo. Não tanto para preservar o padre, acredito, mas a si mesma.

Já o que ocorreu entre Glenn e Nicholas foi muito mais grave, pois além de causar a morte de Noah, Nicholas tentou assassinar Glenn covardemente para esconder seu segredo. Quem recriminaria Glenn se ele puxasse o gatilho? Ele tinha todos os motivos e ainda assim preferiu poupar seu algoz e ajudá-lo a voltar para a comunidade.

Claro, todas essas escolhas têm consequências. O cara usando poncho vermelho, por exemplo, só foi morto pelos “Lobos” por que Morgan decidiu seguir a filosofia “toda vida é valiosa” e mantê-los vivos. (A propósito, eu não me lembro de nenhuma referência ao fato de Morgan ser um mestre kung fu… Sério. Se souberem de algo, postem nos comentários).


E neste ponto nós voltamos a Rick. Ele não hesitou nem um segundo quando executou Pete. E duvido que teria feito o mesmo que Glenn ou Sasha. Para ele não se tratava de uma questão moral e sim do que precisa ser feito. O problema é que tanto pragmatismo tem tornado Rick cada vez mais eficiente e cada vez menos humano.

E é exatamente nesta situação em que Morgan e Rick se reencontram. Um se tornou uma espécie de mestre Jedi pró-vida e o outro uma máquina cada vez mais acostumada a matar. Talvez a chegada deste personagem sirva para guiar Rick a um caminho que harmonize estas duas correntes.

Intenso como uma season finale deve ser, este episódio conseguiu engajar o público do começo ao fim, do momento em que Morgan surge calmamente preparando seu café, ao instante em que ele aparece estupefato por ver Rick executar Pete. Por diversas vezes somos tentados a gritar para os personagens. “Não abra essa porta!”, “Feche essa porta!”, “Fique no seu canto!”. Agora, o pensamento que mais deve ter passado em sua cabeça foi: “Atire!”.

Por outro lado, é preciso dizer que no quesito mortes, o episódio não faz jus a toda expectativa criada nas últimas semanas em que, dava-se a entender que um personagem essencial à trama estaria com os dias contados. Convenhamos, não foi o que aconteceu. A morte do marido de Deanna, Reg, foi chocante. Claro. Tão inesperada e desnecessária quanto a de Noah, tão acidental quanto a de Beth, mas é preciso dizer que não causou tanta comoção assim. Foi chocante, mas sinceramente, não houve tempo para que o público criasse um vínculo com o personagem.

De fato, a sensação é de que já vimos essa cena antes. Na mid season, Beth é morta por um disparo “acidental” e em seguida, Daryl executa o atirador. A diferença é que agora ele precisou do aval de Deanna para dar cabo de Pete – o que provavelmente se tornará dispensável daqui pra frente.

Este episódio também foi essencial para introduzir os Lobos, o grupo que vem mutilando walkers e aterrorizando os sobreviventes. Esta parece ser a principal ameaça à Alexandria agora que Rick finalmente parece ter conquistado seu lugar. Por outro lado, Scott Gimple já disse que o foco da próxima temporada será desviado dos perigos trazidos pelos homens, sendo assim, será interessante ver como eles irão introduzir os Lobos como ameaça e qual a relação com o que foi publicado nos quadrinhos.


Observações:

“Conquer” serviu para finalizar algumas questões, por outro lado, outras pontas soltas permanecem. A comunidade ainda precisa lidar com Nicholas e com o fato de que ele foi diretamente responsável pela morte de diversas pessoas, entre elas Noah.

– Gabriel também precisa ser responsabilizado por seu atos e negligência. Embora a experiência com Sasha pareça ter sido catártica, ele não é confiável e precisa ser vigiado.

– Ainda é cedo para especular sobre a forma como Jessie vai lidar com a morte de Pete, mas o fato é que uma sombra paira sobre o possível affair dela com Rick. Principalmente quando se pensa que o futuro padrasto de seus filhos é o homem que matou seu marido.

– Eu sabia que eventualmente, Rick e Michonne fariam as pazes, mas eu esperava que a situação entre os dois fosse piorar, antes de ficar boa novamente.

– Outro ponto alto do episódio foi o Eugene e Abraham finalmente se entendendo.

– A morte de Pete só não foi mais satisfatória por que não foi mais longa.

E aí. Gostou dessa season finale? Quais são suas expectativas para a próxima temporada? É um longo caminho até outubro, mês em que novos episódios devem ser lançados. Eu não sei o que você está planejando fazer até lá, mas Fear The Walking Dead estreia logo, logo. Além disto, uma boa pedida pode ser reassistir a série desde o início e rever aquele personagem de quem você sente falta ou até mesmo perceber o quanto os que estão vivos mudaram.

Seja qual for sua ideia, deixe seus comentários sobre o episódio logo abaixo e não deixe de acessar o site e conferir tudo sobre a série. Até a próxima temporada!

The Walking Dead irá retornar com a sexta temporada em outubro de 2015 na AMC e na FOX Brasil. O trailer da temporada, bem como a data oficial de lançamento, será divulgada durante a Comic Con de San Diego em julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário