sábado, 7 de março de 2015

Especulando sobre The Walking Dead: Os títulos dos 5 últimos episódios da 5ª temporada têm uma conexão?


Existe uma ligação bizarra entre os títulos dos últimos cinco episódios da quinta temporada de The Walking Dead, e tudo tem a ver com o querido e falecido Dale (Jeffrey DeMunn). Esta teoria está sendo discutida atualmente em fóruns, e começou com a revelação dos títulos dos cinco últimos episódios:

– Episódio 12 – “Remember” (Lembrar)
– Episódio 13 – “Forget” (Esquecer)
– Episódio 14 – “Spend” (Gastos)
– Episódio 15 – “Try” (Tentativa)
– Episódio 16 – “Conquer” (Conquista)

A teoria é de que todos eles se referem a um discurso feito por Dale sobre um relógio no episódio “Vatos” da primeira temporada, quando perguntaram por que ele estava sempre mexendo em seu relógio. Dale conta uma história sobre um relógio, parafraseando William Faulkner na novela “The Soundand the Fury”.

A versão de Dale é:

“Eu lhe dou o mausoléu de toda a esperança e desejo, que vai se adaptar às suas necessidades individuais, assim como fez comigo e com meu pai antes de mim. Eu lhe dou isso não para que você se lembre do tempo, mas para que você possa esquecê-lo por um momento aqui e ali e não desperdiçar todo o seu fôlego tentando conquista-lo”.

A imagem abaixo ilustra a cena, para refrescar sua memória.


Há uma referência clara a esta cena em “Remember”. Quando Deanna está tentando convencer Rick a ficar em Alexandria e diz que chegou a hora de decidir. Rick para um instante para ajustar seu relógio, uma ligação com a civilização que ele vinha carregando consigo.

A versão de Faulkner é um pouco mais eloquente do que a paráfrase de Dale, e inclui uma passagem sobre vitória ser uma ilusão, que pode ser um presságio de eventos em Alexandria:

“Quando a sobra da faixa apareceu nas cortinas era entre sete e oito horas, e então era hora novamente, ouvindo o relógio. Era do Avô, e quando Pai o deu para mim ele disse Eu lhe dou o mausoléu de toda a esperança e desejo; é extremamente provável que você o use para lograr o reducto absurdum de toda a experiência humana, que servirá às suas necessidades individuais não mais do que serviu às minhas ou às de meu pai. Eu lhe dou isso não para que você se lembre do tempo, mas para que você possa esquecê-lo por um momento aqui e ali e não desperdiçar todo o seu fôlego tentando conquista-lo. Porque nenhuma batalha é jamais vencida, ele disse. Elas não são sequer lutadas. O campo apenas revela ao homem sua própria loucura e desespero, e a vitória é uma ilusão de filósofos e tolos”.

Então aqui está. Os títulos estão fazendo referência a Faulkner como forma de referenciar Dale. Existe um significado mais profundo na conexão a “The Soundand the Fury”, que fala sobre uma família aristocrática do sul que gradualmente desmorona ao longo de 30 anos? Precisaremos assistir para descobrir.

O que você acha dessa teoria? Será que vai acontecer alguma coisa muito ruim em Alexandria? Quais os seus pensamentos? Compartilhe conosco nos comentários abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário