terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

The Walking Dead 5ª Temporada: Ross Marquand fala sobre a introdução de Aaron


[ATENÇÃO!! ESTE CONTEÚDO CONTÉM SPOILERS DO EPISÓDIO S05E10 – “THEM” E DOS QUADRINHOS!]

Outro grande personagem dos quadrinhos de The Walking Dead fez sua estreia na versão pra TV no último domingo, quando o já anunciado novo membro do elenco, Ross Marquand, apareceu no fim do episódio intitulado “Them” e se identificou para Maggie e Sasha como um “amigo” chamado Aaron. Nos quadrinhos, Aaron é um recrutador de uma comunidade murada chamada Zona Segura de Alexandria. Por mais que ele não tenha mencionado o nome Alexandria em sua breve aparição na tela, a presença de Aaron parece confirmar que o local, que fica nas imediações de Washington D.C., será a próxima parada para o grupo.

O Entertainment Weekly conversou com Marquand – que atualmente está na peça se sua colega de The Walking Dead Danai Gurira, “Familiar”, no Yale Repertory Theaterem New Haven, CT – para falar sobre como ele conseguiu o papel de Aaron, as risadas que ele arranca dos colegas com suas imitações, e o outro grande papel em The Walking Dead para o qual ele se candidatou, mas não conseguiu.

EW: Ok, novato. Fale sobre o seu teste e como você conseguiu o papel.

Ross Marquand: Eu fiz o teste com Sharon Bialy e Sherry Thomas várias vezes nos últimos três anos. Eu achava que elas eram ótimas diretoras de elenco, mas eu nunca fechei com elas. Eu ia lá e era chamado de volta às vezes, mas nunca virava por sei lá que razão. E eu acho – você testa para papéis falsos, é claro – mas eu acho que fiz o teste para Gareth um ano atrás. Porque um pouco da linguagem na série quando eu assisti seis meses depois batiam com o que eu vi no teste, e eu pensei “Nossa, eu acho que fiz o teste para Gareth”. E eu fiquei tão desapontado, porque era um papel incrível, e foi interpretado de uma maneira maravilhosa por Andrew West. Mas agora eu estou feliz que não tenha dado certo, porque foram só três ou quatro episódios.

É engraçado, porque nós gravamos o teste. Fizemos algumas cenas, eu terminei, e eles estavam satisfeitos com o que conseguiram e disseram “ótimo, acho que estamos bem com o que temos, muito obrigado por ter vindo”. Foi muito rápido e indolor. E então 15 minutos depois eu recebi uma ligação de Sharon dizendo “Hey, eu acabei de ter uma ideia. Eu estava pensando, você pode voltar agora pro escritório?”. Então eu voltei voando e perguntei “qual é a sua ideia?”. Ela disse “eu estava lembrando dos seus vídeos de imitações, e Scott Gimple adora improvisações e imitações”, e tem uma parte desse lado de Aaron – um lado meio excêntrico. Ele tem um lado meio espertinho. Ele é um pouco mais divertido e conta piadas às vezes. E ela disse “nós queremos ver um pouco disso em cena”. Então eu disse “Claro!”. Nós fizemos a cena, gravamos só mais uma ou duas vezes. Eles estavam realmente satisfeitos, mas uma semana depois eu ainda não tinha recebido uma resposta, então deduzi que era um não. E então eu recebi uma ligação uma semana depois, e eles disseram que eu ganhei o papel, então eu fui uma semana depois e foi o procedimento mais maravilhoso e indolor. Eu nem acredito que tudo foi tão rápido e sem pressão.


EW: Mas quando você fez o teste, eu deduzo que você não soubesse que estava tentando o papel de Aaron, certo?

Ross Marquand: Não, eles não diziam o nome do personagem, mas eles diziam como o personagem era.

EW: Quão familiarizado você estava com a série quando foi fazer o teste – eu imagino que para o papel de Gareth a princípio?

Ross Marquand: Eu era fã da série desde o princípio. Eu era um grande fã do programa desde a estreia no halloween de 2010. Meus amigos e eu assistíamos na casa da minha amiga Miranda em North Hollywood. Nós estávamos completamente sem dinheiro e não tínhamos dinheiro para sair pro Halloween, então nós olhamos uns pros outros e falamos “vocês querem assistir de novo?”. Nós sentamos lá bebendo cerveja barata e assistimos de novo e estávamos impressionados. Não parecia com nenhuma outra coisa que estava passando na TV. Tinha um estilo muito cinemático. Então eu era um grande fã e fiquei arrebatado quando recebi a notícia, porque é uma das minhas series favoritas e é um grupo de pessoas com as quais eu sempre quis trabalhar. Eu estava na lua.

EW: Quando você conseguiu o papel e eles disseram quem você interpretaria, você foi e começou a ler os quadrinhos?

Ross Marquand: Eu não queria fazer nada antes de conversar com Scott Gimple, então eu liguei pra ele e disse “Eu sei que isto está vindo de uma fonte de material muito específica, com uma base de fãs que queremos honrar. Você quer que eu espelhe minha interpretação na descrição de Aaron nos quadrinhos?”. E ele disse “Eu definitivamente não vou falar pra você evitar a leitura porque acho que dará uma boa visão sobre quem ele é, mas no fim eu quero que você faça um personagem seu”. E esse foi um ótimo comentário, porque às vezes você pode se sentir muito tomado pela comunidade de fãs e pelos quadrinhos e o que as pessoas esperam disso. Foi bom ouvir que existe liberdade criativa para fazer este personagem da forma como você sente que ele deve ser e pode ser. Mas ler os quadrinhos de Kirkman foi absurdamente útil porque você tem uma boa ideia de quem ele é.

EW: Como foi com o elenco quando você começou a trabalhar com eles?

Ross Marquand: Foi incrível. Andrew me recebeu com um grande abraço no segundo em que o conheci. Ele me deu um resumo do clima e do que esperar. Ele disse “Você precisa se preparar para quente e frio, cara”. O melhor amigo de juventude dele trabalhou comigo em um pequeno filme. Foi insano, de todas as pessoas para conhecer e ter uma conexão. E todo mundo, de Andy até Lauren até Norman até Sonequa até Steven – todo mundo no set era obscenamente gentil; tão gentis que eu senti um pouco como se estivesse entrando em Terminus. Dava um pouco de medo porque todos eram tão gentis! Essa é a vibração no set.


EW: Com que frequência eles te pedem pra imitar alguma celebridade?

Ross Marquand: Acho que foi Alanna quem me reconheceu deste show que eu fiz com um amigo que temos em comum. Ela disse “Os caras das imitações! Você é o cara que faz as imitações!”. E então Steven estava lá, e ele também é bom com imitações. E então Sonequa chegou, e pelas duas semanas seguintes todo dia eles chegavam com uma nova e perguntavam “Você consegue fazer isso? Você consegue fazer isso?”. E, é claro, todos perguntam se eu fico imitando eles pelas costas. A minha política é não imitar pessoas com quem eu trabalho. Não acho uma boa ideia.

EW: Então eu acho que as habilidades de detetive de Aaron devem ser muito boas, já que ele não apenas identificou o líder, mas sabe que o nome dele é Rick?

Ross Marquand: Ele esteve seguindo este grupo, sacando seu equipamento de espião em algum nível. Ele esteve rastreando o grupo por um tempo e sentindo a vibração deles e entendendo a dinâmica de liderança deles e como trabalham juntos – e isso é extremamente importante para ele. Muito mais coisa vai ser revelada na próxima semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário