domingo, 8 de fevereiro de 2015

Robert Kirkman promete um episódio bem original de The Walking Dead


The Walking Dead retorna nesse domingo com a estreia da metade da temporada, que alguns membros do elenco a descreveram como “polarizadora”. O episódio – escrito pelo showrunner Scott M. Gimpe e dirigido por Greg Nicotero – certamente terá uma sensação diferente que pode pegar os fãs de surpresa. Robert Kirkman, criador de The Walking Dead, espera que tenha muita discussão sobre isso.

“O episódio 5×09 – “What Happened and What’s Going On” será um dos episódios favoritos e também um dos mais odiados pelos fãs em vários aspectos,” disse Kirkman, “Porque é um episódio meio brutal. Eles são difíceis para a audiência, mas também há bastante mágica nesse episódio, e muitas coisas legais que as pessoas irão se encantar. Será bem especial, bem original e estou bastante empolgado para que as pessoas o vejam.”

A Entertainment Weekly conversou com Kirkman para conseguir mais informações sobre o que esperar da volta da metade da quinta temporada. Confira:

EW: O grupo saiu do hospital, a igreja foi tomada, a missão de Abraham falhou. Então claramente a pergunta é: Para onde esses caras vão agora?

Robert Kirkman: Para onde mesmo. Veja, acho que se você observar nosso poster da quinta temporada há um mapa e uma linha desenhada nele. Então acredito que Glenn ou alguém teve o argumento de olhar, mesmo que Eugene esteja errado, para Washington, que tem a infraestrutura e seria o lugar onde eles estariam preparados para esse tipo de cataclismo. Washington seria um lugar onde eles teriam recursos estocados e os planos no lugar. Para onde mais poderíamos ir, se houvesse um lugar perto de nós, e honestamente não tão geograficamente longe, onde poderíamos possivelmente encontrar segurança? É muito provável que quando voltarmos, eles estejam indo para Washington.


EW: Interessante como no início da temporada o grupo estava unido, depois meio que se separaram, e foram se reunir no fim da última cena do hospital. O quanto vamos vê-los juntos nessa volta da temporada?

Robert Kirkman: A série se desenvolveu em uma boa mistura do grupo estar junto aí pessoas saem para missões, e nós temos episódios onde o foco é em um ou alguns personagens, e isso nos permite desenvolver o personagem da maneira que queremos. Mas essa série é sobre o grupo e ainda queremos fazer isso. Eu posso dizer que nos próximos oito episódios de volta eles provavelmente aparecerão bem mais unidos do que separados, então acho que veremos um pouco mais da dinâmica de grupo. Acho que será como a quarta temporada, onde na primeira metade da temporada eles estavam juntos e na outra metade separados. E eles continuaram separados um pouco mais no começo da quinta temporada, agora os teremos unidos com mais frequência. Definitivamente exploraremos a dinâmica do grupo de uma maneira mais ampla.

EW: Qual a situação dos suprimentos? Porque eles estão lá fora, a comida é escassa e quanto mais tempo passa, mais escassa ficará. O mesmo pra munição e armas. Como eles estão em termos de necessidades básicas de sobrevivência como essas?

Robert Kirkman: Nada bem. Assim, é uma luta, sempre será assim. Esse é um mundo difícil de viver e a ideia de atravessar uma grande extensão de milhas enquanto tentam chegar a um lugar é uma jornada bem árdua nos dias modernos, onde você tem que parar em postos de gasolina e outras coisas. Então certamente terá uma dificuldade, e é possível que eles entrem em lugares que não deveriam para procurar por suprimentos. Acho que veremos esses personagens bem desesperados e isso os levará a situações interessantes, o que guia a um bom drama.


EW: Rick queria matar as pessoas do Terminal depois que escaparam. O grupo não quis e Bob teve sua perna comida. Rick queria ficar com as armas em mãos para resgatar Beth e Carol do hospital. O grupo não quis e Beth morreu. O que isso influencia no ponto de vista de Rick sobre o mundo, e como isso corresponde com o que o resto do grupo pensa?

Robert Kirkman: Possivelmente veremos um pouco de um retorno da Ditadura de Rick, se as pessoas ainda gostam desse termo de nossas entrevistas passadas, porque espero que as pessoas acompanhem todas as nossas frases de impacto e piadas internas.

EW: Como Barnageddon?

Robert Kirkman: Provavelmente não acompanham, mas sim. Então, seu estilo de liderança provavelmente ficará um pouco mais duro no caminho. Gosto de pensar que ainda há um pouco de humanidade sobrando naquele cara, mas você está apontando que houve algumas situações bem claras onde ele permitiu que saíssem do caminho que ele os colocou e coisas ruins aconteceram, e isso não é algo que ele não percebe.

EW: Conversando com vocês, percebi que haverá algum tipo de mudança nesses próximos oito episódios. Isso é tudo ou só uma parte de como a ação será?
Robert Kirkman: Acho que há mudanças em todas as áreas. O tom da série mudará de uma maneira. As histórias que contaremos estão diferentes de algum jeito. As dificuldades que eles enfrentam são bastante diferentes. Nossa localização é diferente de qualquer outra que tivemos. Haverá um novo lugar – como uma nova fazenda, ou uma nova prisão. E esse novo lugar mudará o jeito das coisas como nunca vimos antes. É disso que eles estão falando, a série será alterada radicalmente, baseando-se na nova locação que talvez seja em Washington, talvez não.


EW: Obviamente a especulação de que vocês talvez chegassem à zona de segurança de Alexandria nessa temporada. Obviamente a linha de tempo parece encaixar. E já que estamos nesse assunto, você mesmo disse no Talking Dead que um personagem gay bem conhecido dos quadrinhos irá aparecer logo. O que você quer dizer sobre a possibilidade de conhecer Aaron num futuro próximo, quem é provavelmente o grande personagem dos quadrinhos que aparece nesse tempo?

Robert Kirkman: Veja: com certeza há personagens favoritos dos fãs dos quadrinhos que as pessoas estão ansiosas para entrarem na série, e eu acho que Aaron é um deles. O personagem de Aaron, que ainda aparece nos quadrinhos e certamente teve muita história memorável, como um dos personagens adaptados dos quadrinhos, certamente seria um grande. As linhas do tempo parecem mesmo se alinhar, mas nunca se sabe. Podemos tacar uma bola curva. Podemos pegar um personagem de bem mais tarde e colocar mais cedo. Nunca se sabe com a gente, podemos ter mudado as coisas. Ou você pode estar exatamente certo.

The Walking Dead irá retornar com a segunda parte da quinta temporada no dia 08 de fevereiro de 2015 na AMC e no dia 09 de fevereiro de 2015 na FOX Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário