terça-feira, 28 de outubro de 2014

O Vale dos Mortos - Livro prevê vitória de Dilma seguida por apocalipse zumbi


As eleições 2014 trouxeram muitas excentricidades ao longo das campanhas, mas a história que você vai ouvir agora com certeza é a mais maluca de todas. Nela, a presidente e candidata Dilma Rousseff (PT) se envolve em uma confusão mundial, provocada pela aproximação de um planeta desconhecido, que culmina em um apocalipse zumbi (!). A trama faz parte de uma série de livros do autor Rodrigo de Oliveira, que retrata, no ano de 2017, a ameaça dos zumbis em todo o planeta.

A ficção “O Vale dos Mortos” (Ed. Faro Editorial, 2014) cita a eleição do próximo domingo, na qual, segundo o autor, Dilma vence com “votação recorde, fruto da imensa aprovação popular de seu governo”. Pelos números das últimas pesquisas eleitorais, porém, o pleito do final de semana não deverá ter uma diferença esmagadora de votos.

Antes dos zumbis surpreenderem a presidente, o autor revela que a petista está cansada dos conflitos com a própria base aliada, que provoca constantes disputas por cargos, ministérios e diretorias de estatais.

“Dilma, perdida em devaneios, prestava pouca ou nenhuma atenção às conversas à sua volta respeito das últimas manobras da oposição política que sofriam de partidos adversários. (...)  Foi arrancada desses pensamentos no momento em que vários dos seus interlocutores caíram catatônicos no chão. Quase todos sofreram um mal súbito, perdendo a consciência de forma instantânea. A presidente levantou-se de um salto e foi até Lula, que havia caído no piso de granito”, diz o trecho do livro que anuncia os dias ruins que estão por vir.

A mordida zumbi de Lula

Quando a trama começa a ficar ainda mais maluca, a presidente tenta ligar para o ministro da Defesa. Enquanto estava ao telefone, a presidente da ficção ouviu um barulho: era Lula acordando. “Aquele Lula carismático não existia mais. O que havia agora era uma criatura grotesca, que saía da sala se apoiando na porta, sem conseguir se mover direito. A boca espumava como a de um cão raivoso, e deixava à mostra os dentes arreganhados, formando a careta demoníaca”.

Segundo a trama, a presidente é mordida por Lula após o ex-presidente ter virado um zumbi
Foto: Cadu Gomes / Divulgação

Na sequência da narrativa, uma cena inimaginável. “Quando a presidente viu aquilo, como reflexo, tentou fugir. Mas nem conseguiu sair do lugar, pois ele a agarrou pelos cabelos e a jogou contra a parede, derrubando dois quadros modernistas extremamente caros (....). Quando Lula a agarrou pelos cabelos e mordeu sua jugular com violência, a presidente gritou de agonia, sem que ninguém aparecesse para ajudá-la”.

Apesar de o livro citar os políticos brasileiros, a trama tem passagens em outros lugares do mundo, como Estados Unidos, China e França e conta com a “participação” de outros políticos, como o Governador de Vermont, Peter Shumlin, o presidente chinês Xi Jinping e o líder francês, François Hollande. Barack Obama não participa efetivamente da trama, mas é citado pelo autor.

Com referências aos livros do apocalipse da bíblia, “O Vale dos Mortos” é narrado sob a visão de um casal e seus filhos, que iniciam uma batalha pela sobrevivência - premissa parecida com a do filme Guerra Mundial Z (2013), feito com base em livro de mesmo nome, lançado em 2006.

É um livro que pode agradar aos fãs da temática zumbi e que chama atenção por misturar uma ficção tão absurda com a realidade no nosso País. Sobre o resultado da eleição, não dá para dizer se o autor acertou, mas podemos dizer, com toda certeza, que não veremos o ex-presidente Lula cravando seus dentes em Dilma Rousseff em um ataque frenético zumbi no ano de 2017.

SERVIÇO
"O Vale dos Mortos"
Rodrigo de Oliveira
Ed. Faro Editorial (2014)

Via: Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário