segunda-feira, 6 de outubro de 2014

A grande oportunidade de Emily Kinney como cantora veio cercada por zumbis


Um dos maiores mistérios deixados sem resposta na série The Walking Dead envolve Beth Greene, a adolescente de fala mansa, sempre otimista, que tem um talento especial para cantar e manter a moral dos sobreviventes elevada.

A quarta temporada do show apocalíptico de zumbis nos deixou a beira de um precipício após a personagem ser abruptamente sequestrada por um personagem – ou um grupo – desconhecido. Enquanto esperamos por seu retorno na próxima temporada, o Business Insider conversou recentemente com a atriz que interpreta Beth, Emily Kinney, acerca de sua paixão por cantar e como sua música acabou chegando à série.


“Quando fiz o primeiro teste para Beth, eu não sabia que ela estava indo para ser uma cantora”, diz Kinney. “Eu sabia que eles sabiam que eu sabia cantar porque algumas pessoas da série tinham ido aos meus shows durante o intervalo entre as temporadas.”

Durante a segunda temporada, eles ficavam ‘Oh, Beth gosta de música’ ou ‘Beth gosta de cantar’. A atriz disse que o showrunner da terceira temporada, Glen Mazzara, foi quem mencionou a intenção de Beth cantar na série.

“Nós realmente precisamos de um momento de calma e tranquilidade, então eu [Mazzara] estava pensando… queremos ligar [os personagens] de volta para quem eles eram quando estavam na casa da fazenda. Talvez você e Maggie devam cantar e que poderia se tornar parte de quem é Beth. Ela é muito criativa.”

Emily é de Nebraska e frequentou a Universidade de Nova York, onde ela prosseguiu a sua carreira de atriz e cantora trabalhando nos teatros da Broadway. No verão de 2008, ela fez sua estreia na Broadway em “Spring Awakening”.


Quando Kinney se juntou ao elenco de The Walking Dead, em 2011, ela havia acabado de lançar seu primeiro EP, “Blue Toothbrush”, e foi fazer shows em New York City.

Como Beth, ela cantou várias canções na terceira e quarta temporadas. A primeira música que Kinney cantou na série foi “The Parting Glass”, uma popular velha canção escocesa e irlandesa, ao lado da irmã Maggie (Lauren Cohen), no início da terceira temporada.

Muitas das canções foram selecionadas especialmente para alguns momentos da série, como “Hold On” de Tom Wait, que foi destaque no final do episódio 11 da terceira temporada, “I Ain’t A Judas”. Kinney diz que ela mesma sugeriu a inclusão de uma das suas canções mais recentes, “Be Good”, de Waxahatchee. Ela foi incluída no episódio 13 da quarta temporada, “Alone”.

“Eu adoro tanto essa música que fiz um outro arranjo para ela e para o meu próprio álbum “Expired Love”, diz Kinney. “Eu comecei a tocá-la muito nos meus shows. Eu amo essa música.”

Ela lançou seu segundo EP, “Expired Love”, em março, no qual escreveu as sete canções originais. Seu cover de “Be Good” é uma das faixas mais populares no iTunes.

Kinney disse que às vezes os fãs ficam surpresos com os temas adultos em suas músicas. O que a maioria dos fãs não percebem é que a atriz, que interpreta uma adolescente em The Walking Dead, tem na verdade 29 anos de idade.

“Na minha música eu escrevo sobre a minha vida e às vezes eu recebo um monte de respostas no Twitter e Instagram onde eles dizem terem ficado muito chocados por minhas letras. ‘Como você pode ter a experiência desta música?’ ou ‘Essa música não é apropriada para alguém que é um adolescente?’, porque nas músicas eu falo de relacionamentos acerca de sexo, beber, e coisas que eu mesma experimento como uma adulta.”


Fãs se surpreendem ao ver Kinney muitas vezes na vida real. “Mesmo indo para o aeroporto, depende de como eu me visto e tal, mas quando estou em roupas mais casuais as pessoas estão sempre como, ‘Oh, é mesmo você?’”. E ela brinca e diz: “Eu não sou uma criança”. E ela está certa.

Antes de aparições em papéis recorrentes em séries de televisão como “Law & Order: Criminal Intent”, “Law & Order: SVU”, “The Good Wife” e “The Big C” e, entrar para o elenco fixo de “The Walking Dead”, ela estava focada em sua carreira musical.

“Quando eu comecei a fazer música, eu escrevia a música e em seguida eu ia encontrar meus amigos para cantar comigo na minha banda e então eu mesma procurava por um show, encontrava e fazia o show. Inicialmente, a minha carreira foi definitivamente impulsionada por mim. Agora eu tenho agentes e gestores que me ajudam e tomam conta disso”, diz ela.

Agora, ela procura encontrar o equilíbrio certo entre a sua carreira de cantora e a de atriz. “Ambas acontecem entre pausas agradáveis entre um e outro.”

“Eu adoro estar no set e estar no mundo de The Walking Dead, mas também é bem legal para ir para casa e escrever minhas próprias letras através de momentos que estou passando”, disse Kinney. “Escrever músicas para mim é algo em que eu comecei a processar meus próprios sentimentos e os meus próprios pensamentos, onde a emoção habita mais do que no roteiro escrito.”

Kinney diz que membros do elenco de The Walking Dead saem para jantar juntos após as filmagens e acabam na casa um do outro para prolongar a noite com músicas, entre outras coisas.

“Há momentos em que estou trabalhando como atriz e essa é a realidade de ser um artista”, acrescenta ela. “Mas, eu fico como, ‘Oh, eu ainda quero ser criativa. Não me sinto brilhante’. Escrevendo minha própria música e realizá-la é uma forma de unir as duas carreiras.“Eu faço isso quando estou trabalhando como atriz.”


Kinney está atualmente finalizando sua turnê com um recente show em Nova York. Em seguida ao lançamento da nova temporada da série, ela tem dois shows em outubro, um em Los Angeles, Califórnia, e outro Ewing, New Jersey, este um concerto a luz de velas para a consciência da epilepsia.

Ela diz que seu trabalho em The Walking Dead definitivamente a ajudou expandir sua base de fãs, e, principalmente, ajudou a reunir ambos os grupos de fãs, tanto da música como o de atriz.

“Eu fiz várias conexões com novos fãs”, diz Kinney. “É divertido, porque tem os fãs de The Walking Dead e, em seguida, os fãs de música, também, e então eu sinto que de alguma forma os fãs da série se tornaram fãs da música, de modo que é uma verdade emocionante para mim, porque talvez fosse um público que não teria atingido apenas fazendo música.”


The Walking Dead irá retornar com a quinta temporada no dia 12 de outubro de 2014 na AMC e no dia 14 de outubro de 2014 FOX Brasil. Veja o trailer legendado da quinta temporada aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário