domingo, 3 de agosto de 2014

Análise do trailer da quinta temporada de The Walking Dead


“Espero que entenda, nós não queríamos machucar você. Não é nada pessoal.” É com esta fala do personagem Gareth (Andrew J. West) que se inicia o trailer oficial da quinta temporada de The Walking Dead, que estreia no dia 12 de outubro na AMC e no dia 14 de outubro na FOX Brasil.

Ao som da música “Brennisteinn” da banda islandesa Sigur Rós, foram apresentadas no trailer cenas com muita ação e suspense, confirmando a colocação feita pelos produtores sobre esta ser a mais sombria temporada de toda série.

Desta forma, analisamos o trailer e trouxemos algumas observações sobre a tão aguardada quinta temporada do drama zumbi. Confira e deixe sua opinião nos comentários.

1. TERMINUS E CANIBAIS:


No começo do trailer vemos o grupo, ainda dentro do vagão, ser surpreendido por uma granada de gás que facilita a captura de Rick (Andrew Lincoln), Daryl (Norman Reedus), Glenn (Steven Yeun) e Bob (Lawrence Gilliard Jr.). Neste momento é mostrado um atordoado Rick vendo um homem trabalhando em um corpo, sendo em seguida levados para uma espécie de interrogatório, sendo vistas sombras de zumbis por debaixo de uma porta.

Tudo leva o público a crer que o Terminus é o local onde habitam os canibais. Porém, apesar dos indícios, não tem nesta sequencia, cenas suficientes para uma confirmação concreta que o grupo está lidando com canibais. Aparenta-se que o arco dos canibais não será apresentado de forma idêntica à da HQ, e, sim, uma nova adaptação em que não será apresentado o canibalismo em si. Possa ser que apenas sugira isso, mas o foco será que este grupo tem algo mais interessante a mostrar, bem como atitudes armadas que não estão relacionadas em apenas obter uma alimentação à base de carne humana.

2 O INTERROGATÓRIO NO TERMINUS:


Em todo o momento em que os sobreviventes estão ajoelhados e amordaçados, mostra-se que eles estão acompanhados de outros homens (possíveis prisioneiros de outro vagão), mas não são vistas as mulheres do grupo fazendo parte do interrogatório.

O fato destas cenas não apresentarem as mulheres levam a dois possíveis pensamentos, tais como, se agindo como canibais, eles preferem a carne humana feminina ou eles não tem interesse em amedrontar as mulheres, bem como a Carl (Chandler Riggs), mas apenas obter algum tipo de explicação da parte dos homens.

A cena apresenta um aparente terror psicológico de forma a conseguir mais informações sobre os prisioneiros, sejam elas sobre suas personalidades ou quais são as intenções das pessoas aprisionadas, tudo escrito em um caderno de anotações, para um uso desconhecido. Tudo ao redor é usado de forma a fazer com que os prisioneiros façam as revelações, usando pessoas com aventais ensanguentados e sinais de possíveis e diferentes tipos de torturas, aqui, ressaltando, que a cena do possível espancamento de Glenn com um bastão de beisebol não tem nenhuma relação com Negan e sua amada Lucille. Esta parte dos quadrinhos ainda está longe de acontecer na série – se é que vai acontecer.

Outra parte interessante sobre o interrogatório, que levou aos fãs grandes especulações, é o aparecimento de um homem que lembrou bastante o personagem Sam (Robin Lord Taylor) – que apareceu no quarto episódio da 4ª temporada.

3. GARETH:


O líder do Terminus tem uma forma dúbia de falar e agir, sendo em um dado momento bem receptível ao diálogo, com uma fala mansa, mas, agindo de uma forma bruta ao lidar com os novos integrantes que coloquem em risco a vida das pessoas que habitam no Terminus, como é visto no interrogatório, fazendo uso de um olhar quase psicótico. É mostrado um Gareth amigável, perturbado e ao mesmo tempo estrategista.

O ator Andrew J. West soube muito bem colocar a personalidade dúbia do personagem, deixando a entender que assim como Rick, ele é capaz de tudo para proteger o seu pessoal, dando o trailer uma maior ênfase a isto do que ao canibalismo. As muitas edições de cenas e falas com o personagem deixou margem à especulação de que ele seja uma pessoa lidável, mas ao mesmo tempo capaz de atitudes extremas, porém não aparenta ser o real vilão da temporada. Ele poderá dar trabalho a Rick, mas este facilmente lidaria com ele. E está longe de ser um vilão como O Governador ou, até mesmo, Negan.

4. A SAÍDA DO TERMINUS:


O trailer apresenta uma edição de fala em que Gareth se interessa pela tal cura, conhecida por ele a partir do relato de Bob, e que ele aparentemente permite que o grupo se dirija para Washington. Assim, dá a entender que Rick e o grupo parte sob a permissão do líder do Terminus, mas com o intuito de trazer informações sobre a obtenção da cura, ou até mesmo seguindo com eles. Porém, é difícil imaginar um cenário em que um estrategista Gareth permita a partida de Rick e o seu grupo.

O trailer abre margem para que se venha a ter esta ideia, de que o grupo de Rick deve um trabalho ao líder do Terminus. Estas são as cenas de mais difíceis análise e compreensão, pelo material muito bem editado e que deixam difíceis respostas quanto a possível saída amigável do grupo de Rick.

5. CAROL E TYREESE:


Apesar dos acontecimentos que ferem aos dois personagens, nas cenas mostradas os vemos ainda na busca pelo Terminus, se revezando nos cuidados com Judith, além do encontro com hordas de zumbis. Em um dado momento em que o grupo prisioneiro do Terminus, já armados, estão na mata, vemos Carol (Melissa McBride) e Tyreese (Chad Coleman) já reunidos a eles.

O reencontro dos dois personagens com o restante do grupo ainda é uma incógnita. Porém, na primeira prévia oficial, é visto o grupo prisioneiro na mata sem suas armas, com Daryl correndo e chamando a atenção dos demais, em um momento que aparenta ser a chegada de Carol e Tyreese. Já em um dado momento do trailer, é rapidamente mostrada uma Carol totalmente suja que observa e se esconde por trás da grade do Terminus. Em outro determinado momento do trailer, vemos ela andando entre os walkers – no melhor estilo Michonne da coisa – possivelmente para se infiltrar no local sem ser percebida. Carol pode ter ajudado na fuga e até mesmo no recolhimento das armas enterradas por Rick.

6. A LUTA ARMADA CONTRA O TERMINUS E ZUMBIS:


As cenas de maior ação foram vistas dentro do Terminus, com Rick e seu grupo lutando armados contra pessoas, mas, principalmente, zumbis, mas não ainda com as armas características de Rick, Daryl (Norman Reedus) e Michonne (Danai Gurira), que foram recolhidas pelo pessoal do Terminus.

Desta forma, pode-se imaginar que a chegada de Carol e Tyreese tenha ocasionado não somente a fuga do grupo, recuperar as armas enterradas por Rick, mas, também, contribuir para o ataque e queda do Terminus, bem como o recolhimento de todos os seus pertences, afinal “Eles mexeram com as pessoas erradas”.

7. O NOVO RICK:


É apresentado no trailer um Rick retornando à liderança do grupo, agindo de formas extremas contra Terminus, zumbis e com falas que remetem ao perigo que o outro corre caso coloque alguém de sua família em risco.

Finalmente, pode ser visto o Rick da HQ, mais forte, mais confiante, sabendo muito bem lidar com o seu lado amável, como é visto enquanto ele nina e cuida de Judith, bem como o seu monstro, com ameaças, chegando a atirar furiosamente pelas costas em pessoas – até o momento – desconhecidas. (não sabemos ainda se essas pessoas estão envolvidas com o Terminus ou com o Hospital)

8. CARL MAIS PRESENTE NOS MOMENTOS DE AÇÃO:


Em todas as cenas que remetem à saída do Terminus, é possível ver Carl (Chandler Riggs) ao lado do pai, atuando em cenas de ação corporal contra zumbis e, também, armadas, durante o caminho pela mata. Mas, também, são vistas, cenas em que Rick aparenta novamente querer tirar o filho da ação, como na conversa com ele na igreja do Padre Gabriel.

Uma das grandes questões, desde a terceira temporada, é a participação de Carl na ação contra o perigo que o grupo corre, sempre ele ficando de fora destes momentos, ocasionando a sua revolta, o que aparenta não acontecer tanto na nova temporada, com um Carl, apesar da superproteção do pai, não sendo tão poupado dos momentos de ação do grupo. Também, como já é de conhecimento, sempre alguém do grupo é separado para ser o responsável pelos cuidados de Judith e, desta vez, parece ser Carl o escolhido para desempenhar o papel, pois em suas imagens na igreja, enquanto a pequena não está nos braços de Rick, aparenta está no cestinho ao lado do irmão.

9. O SARGENTO ABRAHAM:


O trailer apresentou bastante sobre a forte personalidade de Abraham Ford (Michael Cuditz), o anseio em seguir para Washington, acreditando na cura, além do modo brutal de matar os zumbis, dentro da igreja e quando encontram o possível carro de bombeiros.

Parece que o temor quanto ao personagem ser diminuído em favor de Daryl não será algo real na quinta temporada. Assim como foi dito pelos produtores, Abraham, a sua forma terá o seu destaque e, pela apresentação, tiveram muitas cenas de importância com sua presença, sendo a sua missão em busca da cura o que o colocará em foco.

Outro momento marcante do sargento no trailer é quando ele aparece na estrada caído/abatido, provavelmente por causa da sua missão ou por ter perdido alguém importante no caminho.

10. O RELACIONAMENTO ENTRE RICK E ABRAHAM:


As edições de cenas do trailer mostraram vários momentos em que Abraham confronta Rick, devido à obstinada decisão dele em partir para Washington, enquanto que Rick opta em não partir sem o seu grupo.

O trailer deixou a entender que em relação à luta, Abraham e Rick serão muito bons parceiros. Porém, não será de muita cordialidade quando o assunto se voltar a ida para Washington, já que o forte anseio e crença dele em encontrar a cura bate de frente com a recusa de Rick em partir sem o seu grupo completo, pois para o líder o grupo tornou-se sua família e ele não deixará nenhum para trás. Não se teve material o suficiente para mostrar algum possível conflito dos personagens quanto à liderança do grupo – o que provavelmente não será explorado tendo em vista que isso nunca foi uma questão nos quadrinhos.

11. A DESCOBERTA DO SEGREDO DE EUGENE:


[ALERTA DE SPOILERS DOS QUADRINHOS]

Tiveram cenas que deu a entender que a mentira de Eugene (Josh McDermitt) foi finalmente descoberta. Isso pode ser visto na cena em que o personagem olha fixamente de uma forma preocupada para um ponto da igreja, enquanto é observado por Tara (Alanna Masterson), e quando é mostrado o forte Abraham cair de joelhos, chorando.

Apesar disso, não teve cenas com diálogos concretos de que Eugene tenha revelado que ele usou a desculpa de que conhece uma cura para se valer da força física de Abraham como forma de protegê-lo no apocalipse zumbi, mantendo-o a salvo. Mas o fato de ver Abraham em um elevado estado emocional é um forte indício de que a revelação tenha acontecido, pois ele teria perdido o seu principal objetivo, que é a sua busca pela cura que o motiva a continuar após perder a sua família, como é mostrado nos quadrinhos.

[FINAL DA ALERTA DE SPOILERS DOS QUADRINHOS]

12. A BUSCA DE DARYL E CAROL:


O trailer apresenta os dois personagens juntos em uma constante busca que os levam tanto a mata quanto a cidade, aparentando uma possível separação deles do grupo e, também, não contando com a presença deles na igreja, exceto no momento em que a encontram, quando é visto que Daryl compõe o grupo.

Não foi apresentada nenhuma cena que indicasse pelo que eles procuram, bem como se houve realmente uma separação deles do grupo. Foram apenas usadas cenas dos personagens como uma forma de mostrar quanta ação terá a quinta temporada. É perceptível que este afastamento de Daryl e Carol deu um maior destaque para os demais membros do grupo, principalmente Sasha (Sonequa Martin-Green), já que foi mostrada a marcante presença dela e de outros ao lado de Rick, quando este está em ação, ou em algum tipo de reunião.

13. PADRE GABRIEL:


O trailer mostra o momento em que o grupo encontra e invade a igreja, bem como aparenta ter sido recepcionado pelo Padre Gabriel (Seth Gilliam). Ele aparece chorando próximo ao altar da igreja, sendo observado por Rick e, também, sendo questionado por uma exaltada Sasha.

A presença do Padre Gabriel no trailer mostra que a personalidade fraca do personagem da HQ, provavelmente, será transferida para a série, sendo a história dele mais próxima dos quadrinhos, deixando as pessoas à mercê de seus próprios cuidados quando se encontra em perigo. Em um determinado momento, Rick diz: “Eu não confio neste cara”, com a edição de cena mostrando a imagem de Gareth, mas a referência também pode servir ao Padre Gabriel, já que foi mencionado que ele sabe sobre o Terminus e possa ter algum tipo de ligação com o local. Foi dada ênfase a capotagem do ônibus da igreja, mas não o material suficiente para confirmar quem o dirigia, o que ou quem transportava, em qual local ele capotou, bem como o motivo pelo qual está sendo feito o uso do carro.

14. A REUNIÃO NA IGREJA:


Desde o início do trailer é mostrado uma reunião no altar da igreja, com a maior parte do grupo presente e falas que remetem a presença de Gareth no local, aparentando a união dele ao grupo na busca pela cura, com a imponente frase de Abraham sobre a viagem a Washington.

Esta é a sequência do trailer em que dá para se ver mais claramente a edição de cenas e falas. Ao olhar entre os presentes na sala, não se vê Gareth nem a pessoa com a roupa escura que está em pé atrás dele. O líder do Terminus não está presente naquela reunião, conversando amigavelmente com o grupo de Rick.

15. UMA POSSÍVEL MORTE DE BOB:


Logo no início do trailer, é visto que Bob conta para Gareth a razão pela qual o grupo está de passagem pelo local, sendo ele o possível salvador do grupo contra o que o líder do Terminus tinha preparado para eles. Além disso, ele aparece na maior parte das cenas de ação, principalmente contra os zumbis, e é neste ponto em que numa das cenas é visto ele sendo puxado por um dos mortos-vivos. Na igreja, é mostrada uma espécie de vigília, com uma pessoa acamada, com uma Tara tristemente se afastando, enquanto Maggie (Lauren Cohan) com uma face carinhosa está próxima da cama, tendo ao fundo uma Sasha com expressão chorosa, enquanto os demais observam de forma preocupada.

O trailer mostrou que é possível uma adaptação do arco dos canibais, não sendo mostradas fortes cenas que remetessem ao canibalismo. Na HQ, temos um Dale que foge ao ser mordido e depois é raptado pelos canibais tornando-se vítima deles, e depois acamado morre tendo ao seu lado a sua amada Andrea. É possível adaptar esta sequencia da HQ para a história de Sasha e Bob. Caso ele tenha sido mordido por um zumbi, a vigília remete aos quadrinhos, bem como a substituição de Andrea por Sasha, tendo a possível participação de Tyreese no momento em que ele aparece numa porta que possa ser a do quarto, sendo este momento para consolar a irmã. Esta marcante sequencia da HQ seria trazida para a série sem ser necessário abordar a questão do canibalismo.

16. UM POSSÍVEL SEQUESTRO DE SASHA:


Em uma cena na mata, durante a noite, é mostrado Sasha sendo pega e tendo sua boca tapada por uma mão. Gareth é visto em uma reunião com um pequeno grupo em um local bastante desprovido, falando para alguém que “Você não tem escolha… nenhum de vocês. Você vai se juntar conosco e vai a Washington curar isso” e, também, diante de uma janela suja com zumbis batendo contra ela, dizendo a alguém: “Você não confia em ninguém”.

Essas colocações podem ter sido feitas a Sasha, mas parece terem sido feitas a Rick, podendo ter sido Sasha usada como uma refém para ter acesso à igreja e ao líder do grupo.

17. UMA INVASÃO NOTURNA À IGREJA:


Em um breve momento do trailer é possível ver pessoas com luzes cercando a igreja, Michonne fora da igreja olhando desconfiadamente para um local enquanto começa a retirar a sua Katana e Gareth aparecendo sorrateiramente na porta em que antes foi mostrado Tyreese entrando no local.

Aqui possa ser que Gareth e sobreviventes do ataque ao Terminus tenham vindo novamente atrás do grupo Rick, para uma possível vingança pelo acontecido no Terminus, mas existem outras duas possibilidades, a que foi citada no item anterior, sobre Sasha, ou, também, como fora mencionado que o Padre Gabriel sabe sobre o Terminus, possa ele ter intermediado uma reunião em que Gareth esteja finalmente conversando com Rick sobre uma possível união em busca da cura, cabendo aqui a colocação feita por Carl a Rick de que “Eles construíram algo”. Como dito anteriormente, estas são sequencias tão bem editadas que dá margem a várias possibilidades de acontecimentos.

18. ZUMBIS, ZUMBIS E… MAIS ZUMBIS:


A maior parte do trailer apresenta o grupo de Rick matando zumbis de diferentes formas e que cada vez mais aumenta a quantidade de mortos-vivos. São apresentados nesta temporada zumbis mais elaborados e em um incrível estado de decomposição, sendo eles facilmente abatidos, como na cena em que o forte jato de água do carro de bombeiro – graças ao habilidoso Eugene – consegue decapitar um dos zumbis.

Em um documentário, Greg Nicotero menciona que serão apresentados muitos, mas muitos zumbis no primeiro episódio da quinta temporada. Gale Anne Hurd, nos extras da terceira temporada, diz que ao pararem para pensar em como podem melhorar os zumbis para a próxima temporada, Greg já vem um passo a frente deles com um melhor material. Já é possível ver que para a quinta temporada, mais uma vez Nicotero se superou em seu trabalho na construção da imagem dos walkers, aqui dando destaque para o zumbi, ao qual ainda não sabemos o nome oficial, mas que tem uma aparência de uma vela derretida – depois de ter passado tanto tempo dentro d’água.

19. ONDE ESTÁ BETH?


E eis que quando pensamos que tinha chegado ao fim o trailer da quinta temporada, surge um estacionamento em que lá está um carro com uma cruz. “Se sacrificarmos o que fizemos que seja para um bem maior. E aqui você não é um bem maior, você é parte do sistema”. É assim que Beth (Emily Kinney) é apresentada no trailer, no qual parece estar vivendo em seu próprio mundo, totalmente separada da história apresentada na maior parte do trailer. O local aparenta ser um hospital, com pessoas trajando roupas de médicos, enfermeiros, guardas e policiais, muito bem estruturado e em que ela trabalha na equipe que está realizando algo para o chamado “sistema”.

São apenas quatorze segundos que mostra um novo grupo, totalmente diferente dos demais já apresentados na série e no trailer da quinta temporada, realizando uma amputação de forma lenta e desumana. Não teve cenas o suficiente para se formar uma teoria quanto ao lugar, para que ele é usado e nem o caráter das pessoas que o compõem. Porém, ele parece ser um hospital estruturado, com pessoas capacitadas em medicina, podendo Beth ter si livrado de um possível abuso por ser útil, já que tem algum conhecimento médico, vindo da observação do trabalho do pai, Hershel (Scott Wilson). Seria uma espécie de Centro de Controle de Doenças, sequestrando e usando pessoas vivas para experiências com um objetivo deturpado de como achar uma cura? Beth se mostra trabalhando a contragosto no local, até mesmo aparecendo em uma possível tentativa de fuga, em uma cena já com a bandagem que protege o seu braço ensanguentada, matando zumbis, mostrando que a até então babá de Judith, está mais forte para lutar sozinha pela sua própria sobrevivência.


Enfim, conforme dito pelos produtores, as pessoas do Terminus não serão os verdadeiros vilões da nova temporada. O hospital tão rapidamente mostrado, focando mais nas ações de Beth para que nada fosse dito sobre o local. Seriam eles as pessoas que realmente darão muito trabalho a Rick e ao seu grupo na nova temporada?

O trailer da quinta temporada foi épico! O menor trailer oficial de todas as temporadas de The Walking Dead e de longe o melhor deles. Para quem queria o grupo muito tempo na estrada, irão se deleitar com os episódios, bem como os que sentiam muitas saudades do confronto corpo a corpo com os zumbis. Respostas às perguntas deixadas no fim da quarta temporada? Nenhuma! Exceto que Beth não está na churrasqueira de Mary. Foram deixadas mais dúvidas do que respostas, ficando em aberto muitas possibilidades de acontecimentos, possíveis união de grupos e separações, e dicas de que poderemos nos despedir de mais de um personagem querido a partir de outubro.

Os zumbis não são mais uma grande ameaça, apesar de ainda ser preciso ter atenção para a presença deles. Assim como nos quadrinhos, eles viraram o pano de fundo para a história, sendo a verdadeira ameaça vinda do que se tornaram os sobreviventes neste mais caótico mundo.

Nas palavras do showrunner da série, Scott Gimple, para a Agência Efe em um café da manhã organizado pela rede de TV “Fox International Channels” em San Diego, na Califórnia (EUA):

“Os quatro minutos iniciais do primeiro capítulo vão derreter a sua cabeça. Levamos quase dois anos (em termos de história) lutando por essas vidas nesse mundo de zumbis, e eles são muito bons nisto de não se deixar morrer”.

O que você achou da nossa análise? Esquecemos de mencionar alguma coisa? Quais suas teorias? Deixe tudo nos comentários abaixo e segurem suas cabeças pois a quinta temporada vai vir com tudo!

Assista ao trailer:


Screencaptures do trailer:









The Walking Dead irá retornar com a quinta temporada no dia 12 de outubro de 2014 na AMC e no dia 14 de outubro de 2014 FOX Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário