terça-feira, 24 de junho de 2014

The Walking Dead 4ª Temporada: Cena deletada seria uma dica sobre o passado de Terminus?


A AMC divulgou, logo após o lançamento do último episódio da quarta temporada de The Walking Dead, uma foto mostrando uma cena deletada do episódio.

Na foto acima, Rick, Michonne, Carl e Daryl encontram-se no que nós assumimos ser uma sala que está em algum lugar de Terminus, uma sala rodeada por walkers acorrentados e restos humanos, que parecem estar razoavelmente frescos e estão espalhados pelo chão.

No finale, pouco antes de entrarem na igreja onde os Terminianos tem uma espécie de altar criado para honrar a sua queda, eles deixam o pátio e entram diretamente em um quarto muito escuro. O episódio, então, corta para a cena em que entram na igreja e continua a partir daí.

Parece que este momento pode ser a origem da cena deletada, não só a pouca iluminação (o quarto que entraram parecia muito mais escuro do que a igreja), mas porque mal podemos ver Daryl e Carl nas sombras à direita e à esquerda da imagem; e Terminus é a única vez em que todo o grupo estava no mesmo lugar, dentro de um edifício, não apenas neste episódio, mas, desde a queda da Prisão. Durante o percurso através de Terminus, também, há realmente apenas um quarto (A Igreja) que é um pouco mais escuro. Depois de saírem da Igreja, há luz do outro lado da porta.


De qualquer forma, o principal argumento aqui pode ser as partes de corpos humanos no chão. Não há caveiras; parecem ser pedaços de carne pré-cortados, e não os corpos de pessoas que similarmente tropeçaram na sala e foram surpreendidos. Na verdade, o fato dos walkers estarem acorrentados sugere que eles provavelmente não foram destinados a realmente matar qualquer um que entrasse lá, eles fazem parte da armadilha preparada para conduzir Rick e os outros para o seu destino final no vagão. Alimentá-los pode ser apenas uma estratégia para mantê-los fortes e impedi-los de se tornarem macilentos como muitos dos walkers “famintos” que Rick e companhia tem visto na estrada nestas duas últimas temporadas.

Claro, há outra explicação possível para isso, também. “E essa aqui é a Igreja. É uma espécie de memorial aos nossos Terminantes que partiram.”, disse Andrew J. West, que interpreta Gareth.

Os nomes no chão, então, podem ser os entes queridos dos moradores de Terminus, o que provavelmente explica porque há bugigangas deixadas para eles enquanto os moradores da comunidade são bastante descarados em relação a saquear os vivos, levando coisas como o relógio de bolso de Glenn e o equipamento anti-motim de Eugene.

Alguns fãs especularam que esta sala era na verdade um lugar onde os Terminianos se recordavam de suas vítimas, mas a ideia de que esta sala é uma memória de seus entes queridos perdidos apoiaria as mensagens na parede, que dizem coisas como “nunca confie” e “nós primeiro, sempre.” Parece muito possível que eles encontraram alguém como o Governador e aprenderam lições muito diferentes daquelas que grupo de Rick assimilou.


“Há uma grande história para Terminus”, o criador da série Robert Kirkman explicou no post-mortem da série no TheWalkingDead.com. “Há uma grande história para Terminus. O surgimento de Terminus é muito longo e complicado, e aquele memorial é uma grande parte disso. É o que estas pessoas viveram e o que aconteceu com eles e o que fizeram que eles se tornassem quem são, e isso será revelado na 5ª temporada. Há várias dicas do que está por vir na 5ª temporada quando você assiste cuidadosamente esse episódio. Então, eu definitivamente encorajei todos a assistir este episódio várias vezes para tentar descobrir coisas que dão uma prévia do que está por vir, porque há muitas coisas para encontrar.”

Então, e se os walkers bem alimentados eram de fato membros da comunidade de Terminus que viraram zumbis e continuam a servir a comunidade por serem parte da armadilha / labirinto, enquanto são alimentados por seus ainda vivos entes queridos? Não é algo completamente diferente da relação entre o Governador e Penny (ou, também nesse sentido, Hershel e as pessoas em seu celeiro). Seria uma grande mudança na transição no enredo, sem dúvida, mas não é inteiramente irracional.

Isso poderia ser um elemento interessante para explorar, dada a crença generalizada de que os Terminianos são canibais. Apesar da forte evidência do último episódio, é possível que eles próprios não sejam canibais, mas estejam apenas provendo alimento para seus entes queridos. Ou, no mínimo, eles se voltaram para o canibalismo só depois de perceber que os seus entes queridos mortos estavam comendo melhor do que eles e que era melhor comer estranhos que eles já iriam matar do que morrer de fome.

Quais suas teorias sobre o que vai acontecer no Terminus no retorno de The Walking Dead em outubro? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo.


The Walking Dead irá retornar com a quinta temporada em outubro de 2014 na AMC e na FOX Brasil. O trailer da temporada, bem como a data oficial de lançamento, será divulgada durante a Comic Con de San Diego, em julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário