segunda-feira, 26 de maio de 2014

Guia de Sobrevivência: Vivendo num Mundo Pós-Apocalíptico


Na sessão "a defesa", você aprendeu como preparar um espaço para o que pode ser uma grande fortaleza até o resgate. Na sessão "em fuga" você aprendeu como viajar grandes distâncias até um possível lugar seguro. Agora é hora de imaginar e preparar para o pior cenário de todos.

Neste cenário, você e seus amigos e familiares mais próximos devem estar prontos para escapar de toda a civilização. Procure um lugar remoto, inabitável num canto escuro deste planeta (há mais lugares desses do que você imagina) e recomece sua vida do zero. Imagine um grupo de náufragos numa ilha, uma colônia de humanos em outro planeta. É assim que deve pensar para começar. Ninguém virá lhes buscar, não há planos de resgate. Não há forças aliadas para onde correr, sem linhas de batalha para se esconder. Esta antiga vida já era a nova começa em termos de qualidade e duração, será inteiramente por sua conta. Por mais terrível que pareça no começo, lembre-se que o ser humano está se adaptando e reconstruindo-se desde o começo de nossa história. Mesmo hoje, quando a sociedade nos modelou até a redenção a vontade de sobreviver está cravada fundo em nossos genes. Ironicamente, num cenário como este suas maiores dificuldades serão com coisas cotidianas e não com os mortos famintos. De fato, se sua estratégia de sobrevivência funcionar perfeitamente, você nunca mais verá um zumbi. Seu objetivo é criar um microcosmo seguro do mundo, equipado com tudo que é necessário não apenas para sobreviver, mas para manter o mínimo requerido para uma civilização.

E quando é a melhor hora de começar? Imediatamente!

Uma guerra em imensas proporções para destruir o mundo talvez nunca aconteça. Pode estar a anos de distância. Mas e se estiver próxima? E se uma infestação nível um já aconteceu e ninguém sabe? E se uma infestação nível dois ou até três começou em algum país totalitário onde tudo é fortemente censurado? Não importa quão forte sejam estas suposições, qualquer suposição é forte o suficiente para valer a pena se preparar para o inevitável. Em vez de estocar suprimentos para se defender, recriar um pequeno canto de uma civilização leva muito tempo. Quanto mais você tiver, melhor se sairá. Isso significa que deve deixar sua vida de lado e viver em função disso? Lógico que não, estes guias foram feitos para pessoas comuns e convencionais. Uma mínima preparação, no entanto, deve tomar nada menos do que 1.500 horas. Mesmo se dividido em alguns anos, é um tempo formidável. Se você acredita que pode conseguir completar tudo em 11 horas, por favor, não levante um dedo para construir uma arca quando começar a chover.

Regras Gerais:

1 - Forme um grupo

Como já detalhado em capítulos anteriores, ter ajuda de outros membros é sempre melhor do que agir sozinho. Um grupo irá estender seus recursos financeiros, de forma a comprar uma área maior e mais equipamento. Como ao se defender dos mortos, um número maior de habilidades distintas será disponível. Mas é claro, há certos perigos. Ao contrário de uma defesa, convivência durante muito tempo pode levar a desordens sociais desconhecidos na sociedade moderna. Pessoas que acreditam que a ajuda está eventualmente chegando serão mais fiéis do que aquelas que fazem o próprio futuro. Descontentamento, depressão e até matanças são possíveis. Deve-se ter conhecimento sobre liderança e dinâmicas de grupos. Livros sobre psicologia são obrigatórios. Esse conhecimento será instrumental ao escolher seus membros e governando eles futuramente. O trabalho de juntar humanos para trabalhar em conjunto por um longo período de tempo é a tarefa mais difícil na terra. No entanto, se obter sucesso, esse grupo será capaz de qualquer coisa.

2 - Estude, estude, estude!

Dizer que você estará começando do zero é falso. Nossos ancestrais estavam nesta posição porque o conhecimento demorou muito a ser descoberto, acumulado e trocado. Sua grande vantagem sobre os primeiros homo-sapiens será centenas de anos de experiência nas pontas dos dedos. Mesmo se você se encontrar em uma área desolada, hostil, sem ferramentas ou outra coisa, o conhecimento armazenado em seu cérebro ainda colocaria você anos-luz a frente dos mais bem equipados neandertais.

3 - Livre-se de objetos de luxo

A maioria de nós sonha com uma dieta mais simples, porém, mais nutritiva. “eu estou cortando o café’’, ‘‘eu preciso ingerir menos açúcar”, "eu estou tentando comer mais vegetais", são frases que falamos com freqüência todos os dias. Mesmo em condições ideais, seria impossível produzir todos os alimentos químicos que você agora aprecia. Então comece a cortar os itens que você não terá em sua nova casa. obviamente, você precisará saber o que é este novo ambiente e como você poderá produzir lá. mesmo tendo uma longa lista, o senso comum dirá exatamente o que você precisa e o que não precisa para viver. Por exemplo, não importa o quanto você ame eles, tabaco e álcool não são partes da dieta humana. Necessidade de vitaminas e minerais serão satisfeitos com comidas naturais. Mesmo certos medicamentos podem ser suplementados com habilidades como acupuntura, massagem ou até mesmo simples meditação.

4 - Mantenha-se vigilante

Programar planos para um holocausto nível quatro deve começar como as primeiras etapas de um nível um. Ao primeiro sinal de uma infestação (homicídios bizarros, desaparecidos, doenças estranhas, envolvimento do governo e notícias contraditórias) contate todos os membros de seu grupo. comece a discutir seus planos de evacuação. Tenha certeza de que nenhuma regra foi mudada no que diz respeito às viagens, passaportes, licença de equipamentos, etc. catalogue e junte seu equipamento, e vá para sua área segura. Esteja pronto para sair assim que receber a notícia. uma vez que a infestação chegar ao nível três, corra!

5 - Ao fim do mundo

Você pode ficar tentado em ficar em casa ou sua recém construída fortaleza anti-zumbis permanentemente em vez de ir para um lugar desabitado. Isso não é recomendado. Mesmo se você vivia em algum lugar bem protegido e com bastantes suprimentos, sem meios de produzir comida ou água para as próximas décadas, a chance de sobrevivência seria marginal. Áreas urbanas será, no futuro imediato, o centro de combate entre os vivos e os mortos. Mesmo se sua fortaleza sobreviveu esses combates, seria Vítima eventual de medidas militares, como bombardeamento. Como já discutido previamente na sessão de defesa, áreas urbanas são centros perfeitos para acidentes, incêndios, e tudo mais. Fique na cidade, e você irá morrer. Simples assim. Enquanto o número de mortos cresce, eles irão achar sua base. Uma fortaleza que começa com dezenas de zumbis à frente acaba com centenas em pouco tempo. Uma vez que o encontraram, nunca mais irão sair. Aliás, seus gritos e gemidos irão alertar outros zumbis mesmo que a milhas de distância. Teoricamente, você poderia estar preso por mais de um milhão de zumbis, já pensou? É claro, pode não chegar a este ponto. Se sua fortaleza for em um lugar deserto à chance de um milhão de zumbis é mínima (mas nunca impossível). Nesses lugares, no entanto, há uma grande possibilidade de bandidos e saqueadores. Não sabemos exatamente como esses marginais serão se viajarão de motocicletas ou cavalos, carregando espadas ou puder militar. O que é certo é que sempre estarão procurando por suprimentos. Enquanto o tempo passa, isso poderá significar mulheres. Mais tarde poderá significar crianças para escravidão e novos guerreiros, e, se a ameaça zumbi não for ruim o suficiente, esses bastardos poderão olhar para os humanos como um último meio de se alimentar. Se eles descobrirem onde sua fortaleza é, irão atacar. Mesmo se você matar todos e acabar deixando um sobrevivente são o suficiente para tirar sua base do mapa para sempre. Até as gangues eventualmente se autodestruírem, você sempre irá ser o alvo. Então você deve fugir de toda a civilização. Não longe o suficiente para apenas ver a estrada. Não deve existir estrada, não deve existir energia, não deve existir linha telefônica - nada! Deve ser nos confins do mundo, um lugar inabitado por humanos. Deve ser longe o suficiente para fazer qualquer migração de zumbis difícil, fazer um bandido se perder ou morrer de fome, e o risco de ataque militar insignificante. Deve ser o mais longe que você puder ir da humanidade.

6 - Conheça sua localização

Quando chega à hora de correr, não apenas aperte os cintos e vá para o norte esperando encontrar um lugar bacana. Ao planejar sua fuga dos mortos, especialmente para um lugar inabitado do mundo, você deve saber EXATAMENTE para onde está indo. Gaste todo o tempo preciso estudando mapas atuais. Ao escolher sua localização, responda as seguintes questões:

1 - É um lugar remoto - pelo menos a algumas centenas de milhas da civilização?
2 - Tem alguma fonte de água fresca não apenas para você, mas para alguns animais que você decidir trazer? Lembre-se que você irá precisar de água para praticamente tudo. Beber, lavar, cozinhar, plantar.
3 - Tem a capacidade de produzir comida? O solo é bom para plantações? E os animais e peixes?
4 - Tem defesas naturais? É no topo de alguma colina ou cercado por água? Durante um ataque dos mortos ou bandidos humanos, o terreno o ajudará ou será seu inimigo?
5 - quais são os recursos naturais? Há materiais de construção como madeira, pedra ou metal? Essas coisas há certa altura do campeonato são negociáveis, mas comida água e extrema distância não são!

Um comentário:

  1. tenho um sitio que fica muito distante para os zumbis mas é tipo o acampamento em ATLANTA só tem um jeito de entra e sair pq do outro lado do terreno a uma pedra enorme. Seria viavel ir para lá e bolar um jeito de sair pela pedra?

    ResponderExcluir